SexLog

Estava em meu trabalho realizando algumas tarefas. A tarde estava linda com um sol gostoso e com certeza a noite seria linda também.

Estava tão concentrada naquele monte de papéis sobre a mesa que não conseguia pensar em nada.

De repente ouço meu celular tocar e nem me dei ao trabalho de olhar o número do telefone. Atendi rapidamente e para a minha grande surpresa ouvi aquela voz do outro lado: “Oi Malú!”

Na hora minhas pernas amoleceram. Ainda bem que eu estava sentada, não acreditei.

Era Aquele homem me procurando de novo!

Haviam passado mais de três meses e eu nunca tive coragem de ligar novamente. Sinceramente não acreditava que ele fosse me procurar.

Ouvi aquela voz gostosa e senti tesão na hora. Disse que esteve viajando muito, mas sempre pensava nos nossos gostosos encontros e que ficaria uns dias em São Paulo.

Queria muito ver eu e minha amiga outra vez. Perguntou se eu gostaria de jantar com ele, só para matar a saudades.

Na mesma hora aceitei o convite e combinamos o horário.

Sai do meu trabalho e fui direto para casa me preparar para ver aquele homem lindo. No horário marcado, ouvi o toque do interfone e quando sai, ele me abraçou.

Senti aquele cavanhaque roçar no meu pescoço. Quase tive um ataque…

Entramos no carro, fomos em um restaurante e conversamos muito. Ele não parava de me elogiar.

De repente falou que estava com muita vontade de fazer amor comigo e com a minha amiga, mas dessa vez queria algo diferente e mais ousado.

Na hora fiquei um tanto apreensiva, mas concordei em entrar no jogo dele mais uma vez. Liguei para a Lia, que estava em um bar com outros amigos e disse que estava com ele.

Na mesma hora ela aceitou e disse para irmos buscá-la.

Quando chegamos, Lia já nos esperava, linda como sempre. Entrou no carro e disse que estava muito feliz em ser convidada para essa aventura.

Não perdemos tempo e fomos direto para a casa que ele estava hospedado. Assim que entramos, ele começou a me beijar, dizendo que estava com saudades e não conseguia parar de pensar em mim.

Logo Lia se juntou à nós num beijo delicioso e provocante. Em seguida estávamos sem roupas.

Ele pediu pra Lia ficar apoiada no sofá, colocou uma taça no meio de sua linda bundinha e serviu champanhe para nós… Lindo de ver essa cena!

Depois começou a chupar meus seios e beijar a boca de Lia loucamente. Víamos tesão puro nos olhos dele! Suas mãos não paravam de acariciar nossos corpos.

Eu estava louca de desejo para sentir aquele homem dentro de mim, de sentir o seu gozo quente no meu corpo… Quando pedi para ele me penetrar, disse que era para esperarmos um pouco.

Tinha uma surpresa pra nós duas. Ele saiu de cena e voltou com uma caixa na mão.

Olhei para Lia um tanto intrigada, mas esperei para ver o que tinha naquela caixa, que por sinal não era pequena.

Abriu-a e tirou um par de algemas, um chicote, uma corda, camisinhas, gel lubrificante e disse que tinha vontade de transar conosco usando essas coisinhas.

Fiquei doida de tesão de ver aquelas coisas fetichistas e confesso que sempre tive vontade de ser amarrada e algemada. Só via estas coisas na internet, mas nunca tinha ousado experimentar.

Começamos novamente a nos tocar e logo ele estava com seu pau duro dentro da minha boca, enquanto beijava Lia. Colocou a camisinha e disse para me deitar sobre a mesa.

Veio delicioso me penetrando forte. Eu gemia e pedia muito mais. Enquanto isso Lia se acariciava. Ele continuou seu vai e vem, enquanto acariciava os seios da minha amiga.

Autoritário, disse que queria ver Lia algemada  e deitada no mesmo lugar que eu estava, mas a queria de costas. Do jeito que estava, algemei Lia.

Vi quando ele a penetrou com toda força. Achei o máximo ouvir seus gemidos de prazer. Para calara sua boca, eu a beijava.

Queria ela no meu sexo! Deitei na mesa também e minha amiga gostosa começou a me chupar. Gozei muito!!

Meu lindo homem de cavanhaque sugeriu que eu pegasse o gel. Piscou o olho. Entendi seu recado! Levantei e passei muito gel nela.

Afastei suas nádegas e vi quando ele a penetrou bem fundo. Eu me deliciava ouvindo os gemidos gostosos de Lia. Ele meteu tanto nela, que os dois acabaram gozando juntos.

Ficamos um tempo relaxando, mas nosso desejo era muito grande que não conseguimos conter por muito tempo. Logo começou tudo de novo.

Ele veio cheio de tesão outra vez!

Com aquela corda na mão, me amarrou, me colocou de quatro no sofá e também passou gel em mim. Puxava meu cabelo e me chamava de gostosa…. Nunca tinha feito um sexo tão gostoso como aquele.

Esse homem conseguia me levar a loucura! Eu me sentia plena e feliz estando em seus braços, sentindo seus beijos, sua língua no meu corpo e seu pau tão gostoso.

Nós três transamos a noite inteira de todos os jeitos e gozamos muito. Dormimos juntos agarradinhos.

Quando acordamos, tudo de novo! Que delicia!

Na despedida, deu um beijo em cada uma e disse que nunca tinha transado com duas mulheres de uma maneira tão gostosa.

Amei estar com esse lindo homem do Cavanhaque. Um homem daqueles que fica pra sempre na memória de uma mulher. Espero um dia poder vê-lo novamente.

Conto enviado por Malu

O que achou desta história? Delícia, não é mesmo? Mas não vai embora ainda, pois eu separei outro conto excitante para você: Hoje o ringue é na minha cama!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSomos as duas namoradas dele
Próximo artigoNega
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.