WhatsApp Loja Meus Fetiches

Estava em casa numa noite de muito calor e o telefone tocou inesperadamente. Eram minhas amigas me chamando para sair para dar uma volta. Naquela noite meus instintos estavam aguçados demais e eu só pensava em me divertir.

Coloquei um lingerie lindo e ousado, uma saia linda e blusinha com um decote e saltos bem altos. Minhas amigas chegaram e fomos para o bar de uns amigos nossos. O ambiente era muito legal e cheio de homens bonitos, mas não era ainda a balada que eu gostaria de estar.

Finalmente decidimos ir para outro lugar, acabamos indo para uma boate bem famosa de São Paulo. Chegando lá, todos dançando muito, Fui até o bar e pedi um drink. Logo em seguida, fui para pista com minhas amigas e começamos a dançar. De repente o vi, praticamente um Deus Grego logo á minha frente. Não tirava os olhos daquele homem divino!

Ele logo percebeu que eu estava olhando. Chamei minha amiga e o mostrei, começamos a dar risadas… Ele viu e piscou! Pra ser sincera, não estava acreditando que aquele homem lindo estava interessado por mim. Para minha surpresa ele chegou perto e falou ao meu ouvido que adorava mulheres baixinhas. Beijou meu pescoço, quase tive um ataque e comecei rir.

Segurou na minha cintura e veio dançar comigo. Continuamos naquela dança sensual e ele falando no meu ouvido que estava com muita vontade de me beijar. Com cara mais safada do mundo, respondi que podia fazer comigo o que quisesse. Sou adepta do agora, não sou mulher pra depois. Então ele foi direto: vamos para o meu carro. Pedi para ele que esperasse um momento, iria avisar minhas amigas e ele falou que faria o mesmo e que nos encontraríamos na saída da boate.

Sai primeiro e fiquei esperando. Logo senti aquela mão na minha cintura. Saímos de mãos dadas e fomos para o estacionamento da boate e quando cheguei vi um carro lindo e luxuoso. Abriu a porta para eu entrar e depois entrou também. Não dissemos nada um para o outro, simplesmente me puxou e começou a me beijar, acariciar o meu corpo e me chamar de gostosa. Meu corpo pegava fogo, tudo que eu queria era sentir aquele homem lindo. Estava a fim de curtir aquele momento e nada mais.

Acariciava o corpo dele dominada pelo tesão, arranquei sua camiseta e abri o zíper da calça. Logo vi aquele p… Lindo e enorme, pulando pra fora… Não resisti! Fui descendo, beijando seus mamilos, sua barriga e cheguei aonde eu queria. Coloquei aquela delicia em minha boca e comecei a chupa-lo loucamente. Ele gemia e se contorcia, batia na minha bunda e aquilo me deixava cada vez com mais tesão. Eu engolia todo aquele p… Enorme até sentir ele na minha garganta.

Ele estava louco, tremia! Começou a tirar minha roupa, beijar a minha boca e chupar os meus seios. Sentia que minha calcinha estava muito molhada, estava louca de vontade de sentir aquele homem. Ele tirou a minha calcinha e passou a mão no meu sexo.

-Nossa como você esta molhada e gostosa! Jogou-me no banco e começou a me chupar e enfiar seus dedos ao mesmo tempo. Em pouco tempo, gozei na boca dele. Uma verdadeira loucura! Eu já não estava mais aguentando e pedi pra ele transar comigo, ali mesmo, naquele carro… Meu desejo tinha urgência! Ele tirou um preservativo da carteira e eu coloquei nele. Em seguida, sentei gostosamente naquele p… Subia e descia gemendo no ouvido dele.

Ele não parava de me chamar de gostosa e eu me sentia mesmo! Naquele instante eu era a mulher mais gostosa do mundo por estar com aquele homem lindo. Continuei aquele delicioso sobe e desce até que ele me disse que ia gozar… Foi no mesmo momento que gozei também.

Foi demais! Como foi bom! Sai de cima dele e tentei me recompor. Estava toda suada e molhada demais…  Fiquei preocupada em não sujar o carro dele. Ele me deu um pedaço de papel para eu me limpar e disse para eu não me preocupar com isto..

Começamos a conversar, mas logo nosso desejo voltou tão intenso que começamos tudo de novo. Ele me colocou de quatro e veio com tudo me penetrando gostoso, puxando meu cabelo e batendo na minha bunda. O espaço era pequeno, mas foi demais. Eu gritava de tanto tesão. Quando ele gozou novamente, caiu por cima de mim e a sensação foi demais!

Ficamos um tempo assim, quietos! Depois voltei para o meu banco e continuei a me vestir. Essa aventura realmente superou minhas expectativas. O dia já estava amanhecendo, quando eu perguntei: “Qual seu nome?” e ele respondeu “Henrique” e eu respondi muito prazer: “Malu”. Olhamos um para o outro e começamos a rir.

Perguntei se ele frequentava sempre a casa e ele me disse que era a primeira vez e também seria a ultima. Olhei assustada e ele explicou:

– Estou fazendo minha despedida de solteiro, me caso no sábado.

Perguntei o que fazia da vida e ele respondeu que era advogado num escritório muito famoso e que não poderia me dizer o nome. Disse que não era do meu interesse saber sobre sua via e lhe dei os parabéns pelo casamento. Tinha certeza que ele seria muito feliz (e a esposa seria muito bem servida na cama!).

Despedimos-nos com um belíssimo beijo e passei meu número de telefone para ele. Se quisesse um dia sair da rotina que me ligasse. Sai do carro, fui até o lado dele, tirei a minha calcinha e disse:

– Leva de lembrança! – e fui embora me sentindo mais gostosa do que nunca! Jamais vou esquecer a noite que fiz sexo no carro daquele advogado.

Conto erótico enviado por Malu

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEspumante e Sexo – Conto Erótico
Próximo artigoSem calcinha
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.