O que vou relatar é minha versão dos fatos descritos por meu marido em um conto,publicado aqui com o título de ” Uma noite inesquecível”.

Somos casados há 19 anos e convivemos a 26 anos.

Não sou muito de ler contos eróticos, mas ele publicou e eu gostei. Então, resolvi contar minha versão.

O fato ocorreu em agosto de 2017.Numa noite eu estava com muita vontade de transar,  disse para ele” hoje eu vou te usar”. Ele gosta muito de sexo, logo ficou excitado e respondeu “estou esperando”. Dito isto,foi para o quarto deitar.

Logo uma amiga me chamou e veio até minha casa , onde ficamos de bate papo. Tomamos umas cervejas regado de muita conversa. Duas horas depois, ela foi para sua casa, e eu fui para a cama, já sem muita vontade de sexo.

Quando entro no quarto vejo meu macho deitado e, totalmente, nu. Com o pênis a meia bomba. Abaixei até ele e dei uma chupada de leve.Ele acordou, e o mastro começou a subir. Pus tudo na boca, mamei uns minutos e fui tomar um banho.

Tomei um belo banho e fui para a cama.Ele,logo partiu para cima, beijando a minha boca e acariciando os seios.

Eu já estava com tesão de novo, e começamos a namorar.

Seus dedos deslizaram para o meio de minhas coxas, tocando meu clitóris. Ele veio chupá-lo e eu me contorcia toda. O meio de minhas pernas babava  tesão.

Começamos um sessenta e nove delicioso. Sua vara entrava fundo em minha boca, e sua língua ia fundo no meu sexo.

Ele me virou de bruços, abriu minha bunda com as mãos e meteu a língua no meu ânus , o que me deixou molinha.Sua língua brincava no ânus e no meu sexo. Eu estava elétrica.

Virou de novo e encaixou  seu mastro em mim. Entrou…e começou a socar bem fundo. Chupava meus seios e metia gostoso. Gemia de prazer!

Voltamos ao sessenta e nova e eu o chupava gulosamente( como ele gosta!). Ele enfiava tudo na minha boca,ás vezes eu engasgava.

Fiz um carinho no seu ânus, tentei introduzir um dedo, mas a posição não permitia. Ele voltou a concentrar-se em socar.

Estava amando a sacanagem.Ele me chamava de” puta “e “vadia”.E eu adorava.

Voltou a me chupar, e introduziu dois dedos no meu sexo,que babava e escorria para o ânus,onde, logo foi preenchido por dois dedos.Estava ganhando uma DP com os dedos e uma língua no clitóris.

Comecei a massagear os bicos dos seios, então gozei como louca e,demoradamente, fui aos céus.

Ele tirou os dedos e continuou com a língua.Voltamos a um sessenta e nove gostoso e o chupei bastante.Ele tirou seu membro da minha boca . Eu pedi mais… ele disse que colocaria de novo se eu engolisse o leite( coisa que nunca fiz). Eu disse que engoliria.

Neste momento, ele meteu com vontade, socava a boca como se fosse meu sexo.Ele gozou e eu engoli cada gotinha.

Ele saiu satisfeito e me chamando de” puta e vagabunda”. Eu adorando… e o tesão aumentando. Ele voltou a me chupar,mas logo saiu de mim e foi ao armário, onde pegou a sacola com nossos brinquedos sexuais. Lavou e trouxe um vibrador e pôs no meu sexo.

Ficou chupando meu peito e eu me masturbando. Vendo isto, ele colocou mais um dos brinquedos em mim, que estava molhada de tanto tesão. Era um entra e sai e ele,abriu o máximo, minha bundinha,onde pôs dois dedos no meu ânus.

Gozei feito louca. Fiquei relaxada, então ele voltou a me chupar. Eu disse para ele me pegar de quatro. Prontamente me pôs de quatro e mandou ver. O mastro deslizava gostoso. Começou a enfiar um vibrador no ânus…Que coisa deliciosa!

Estava, literalmente, preenchida.

Ficamos, uns cinco minutos, assim.Eu estava em êxtase.Adiante, ele tirou o vibrador de mim e colocou seu membro no meu ânus. Passou a socar com vontade. Eu na beirada da cama e ele de pé.Ele me entregou o vibrador e mandou que eu colocasse na vagina, o que fiz na hora.

Que tesão louco eu estava sentindo!

A bebida me deixou maluca de desejo.Quanto mais ele metia, mais eu queria. Seu sexo me rasgava. E eu pedia para meter mais. Tentou colocar sua vara, juntamente com mais dois dedos…mas não deu.

Estava uma delícia. Um mastro no meu ânus e um “consolo” no meio das minhas pernas. Assim, gozei de novo. Já estava cansada, mas eu o queria. Então, comecei a rebolar para ele gozar dentro de mim com abundância.

Estávamos exaustos. Fomos deitar e ele disse:”Você se superou. Estava uma verdadeira puta. Cem por cento puta”.

Perguntou quando repetiríamos a dose.

Fonte: Conto erótico enviado pela seguidora Drica.

E então, gostou deste texto? Comente logo abaixo o que achou desta aventura.

Quer ver seu texto publicado aqui em nosso blog?

CLIQUE AQUI E ENVIE SUA HISTÓRIA!

Convidamos você para visitar nossa página no FACEBOOK 

e também nos acompanhar através do INSTAGRAM.

Diariamente muitas novidades para você! 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMarketing da sedução
Próximo artigoSegredos de casal
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.