SexLog

Trabalho como secretária em um pequeno escritório de advocacia. Normalmente fico no trabalho até meu chefe ir embora, pois respondo diretamente a ele.

Saulo é um homem muito bonito e charmoso. Ele é casado há alguns anos, mas sei que traí sua esposa periodicamente. Percebi isso logo que passei a trabalhar com ele.

Em uma noite de fechamento de mês, trabalhei até tarde para terminar relatórios e arquivar documentos. Envolta no meu trabalho, imaginei que meu chefe já tivesse ido embora.

A porta de sua sala estava com a porta entreaberta, mas as luzes estavam desligadas, menos o computador. Olhei para a tela e  vi que haviam documentos a verificar. Fui fazer o fechamento e topei com vídeos caseiros. Logo de cara vi que eram vídeos para maiores, se é que me entende.

Quase desmanchei de tesão. Quando percebi que não estava sozinha, vi ao longe, seu olhar sobre mim. Lá estava ele, parado na porta que ia para a biblioteca. Encarava com um olhar sensual. Existia um certo prazer em seu olhar, era como se ele ficasse satisfeito pela sua secretária ter visto aquele vídeo.

Saiu do seu lugar e veio em minha direção. Seus olhos ferviam.

Acendeu a luz de uma lâmpada próximo á mesa. Na claridade pude ver o quanto ela estava excitado. No meio de suas pernas, um enorme volume.

No começo fiquei sem jeito, mas depois a adrenalina percorreu meu corpo. Meu chefe chegou perto de mim e sussurrou: “Que tal tirar esse vestido, minha linda secretária?”.

Devagar, me colocou em pé. Virei de costas para ele e começou a abrir o zíper do vestido. Enquanto abaixava, passava a mão por todo meu corpo, me deixando arrepiada. Quando me virei novamente, ele já estava nu e beijou de uma maneira que me desarmou.

Sentei em sua mesa e ele me deitou nela. Com habilidade, ele beijou meus seios, coxas e se deteve no meu sexo. Fazendo um sexo oral maravilhoso, digno de sua experiência.

Colocou seus dedos em mim e foi me manipulando, ao mesmo tempo que sua língua passava no meu clitóris de cima a baixo.

Mas não deixou que eu atingisse o orgasmo.

Ele parou de lamber e, rapidamente, me penetrou num ritmo interminável. Cheguei ao ápice do orgasmo, mas ele continuou.

Claro que agora entendo porque tinham muitas mulheres no seu currículo. Aquele homem sabia o que estava fazendo! Ele era uma verdadeira delícia.

Juntos, chegamos ao clímax e desabamos em sua mesa. Quando terminamos, fiquei pensando no que tinha feito. Será que fiz bem em me envolver desta forma? Já era tarde para pensar nisso. O tesão falou mais alto!

No outro dia a sua “Secretária Ordinária” foi convidada para fazer “horas extras”. É claro que o convite foi aceito. Esta foi a primeira de muitas que fizemos.

Fonte: Conto erótico enviado por uma seguidora anônima.

Histórias que se passam dentro do trabalho são bem interessantes, não acha? Quer ler outro conto erótico dentro desta temática? Então confira este: Seduzindo meu Colega de Trabalho.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLíngua mágica
Próximo artigoLouco para ver a esposa com outro
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.