WhatsApp Loja Meus Fetiches

Já faz uns quatro meses que meu casamento acabou e desde então passei de sexo diário para sexo virtual e siriricas, o que é claro fez com que aumentasse ainda mais as minhas fantasias e desejos mais íntimos.

Tudo que passou a me servir de inspiração foram contos, poesias, livros, filmes e musicas e meus pensamentos. Tudo se torna sexo e meu corpo responde com tamanha intensidade que passei a ter a pele mais quente, principalmente durante a noite. Meu corpo não arde, mas sim queima às vezes em estado febril de tanto tesão. Como se eu tivesse realmente com fogo dentro de mim.Desejo, tesão, paixão são os meus combustíveis e ao invés de me apagar eu incendiei.

Decidi me proporcionar orgasmos sensacionais, sozinha ou acompanhada de personagens virtuais. Eu me permiti gozar em pensamentos. Mas é claro, que após certo tempo de siririca eu queria algo físico real, algo que ultrapassasse os pensamentos e acalmasse meu corpo.

Então minha fera interior saiu pra caçar na noite, pelas ruas e bares e shows me senti livre solta e tão dona de mim.

Dona do meu corpo e consciente da sensualidade que ele transpassa dançava a noite toda, atraia olhares famintos, mas vazios, fracos e opacos. Eu estava atrás de uma presa capaz de provocar orgasmos indescritíveis em mim mesma então não aceito nada menos!

Eu precisava de uma noite de prazer, ansiava pela saciedade do meu corpo, mas também em dar muito prazer, minha boca salivava toda vez que pensava em um membro duro e latejante. Quase nada me interessava então voltava pra casa caminhando pelas noites escura de céu estrelado conversando comigo mesma. Para a Lua fazia um pedido baixinho, sonhando com uma noite de sacanagem.

Eu já andava um pouco desanimada, até que uma amiga me sugeriu que eu entrasse em um bate papo, coisa que eu havia evitado até então, devido a uma experiência ruim, mas resolvi entrar em uma sala da minha cidade sem pretensões, conversas rápidas e tradicionais perguntas.

Uma olhada rápida no face, mais umas palavrinhas e o convite surge “topa se encontrar”? Uma cerveja em um bar? A noite quente abafada, uma cerveja gelada cai bem! Noite quente meu corpo ardente, a mente tensa, ansiosa e nervosa…

Pronta e perfumada de vestido preto vou pro bar. Eu chego ele me cumprimenta a gente senta, bebe uma cerveja, ele é calmo, tranqüilo, suave, mas se diz ser louco maloqueiro. Vamos chamá-lo apenas de adestrador.

Já passa da meia noite, o bar vai fechar, e a gente acabou de chegar, mas clima ta bom. Vamos pra Praia, sentamos na areia de frente pro mar, acendemos um beck pra relaxar.

Sorrisos, olhares e malicia. Eu olho pra Lua no céu, ela também sorri brilhante e gigante o sorriso do gato no luar, olho pra ele em seus olhos, ele olha pra mim e sorri perdido em seus pensamentos de sacanagem. Ele me beija, não resisto me entrego no beijo gostoso e o sabor de desejo vai aumentando,

Ele me puxa mais pra perto, meu corpo entra em chamas me sinto queimar, a mão dele desliza pela minha bunda aperta forte me deixa louca.  A praia, o mar, as ondas e a lua sorriem e na areia só nós dois. Meu pedido foi atendido  e vamos pro motel que essa noite é de pura sacanagem!!!

Passamos pela porta, estamos ansiosos, cheio de tesão nos agarramos, ele me toma nos seus braços, nos beijamos com intensidade um beijo daqueles de tirar o fôlego, que da vontade de morder no final. Enquanto isso as mãos percorrem meu corpo, minhas coxas estão tão quente entre o vestido, a mão dele me toca, já to muito molhada.

Ele arranca meu vestido, e se despe. Roupas são jogadas ao chão, arrancadas e atiradas com pressa pra qualquer canto. Estou de pé seminua de frente a porta, apenas de salto, colar e brincos e a calcinha preta.

Começa a me chupar eu de pé apoiada na mesinha da entrada do lado da porta. Fecho os olhos e o quarto parece rodar, deliciosa sensação de prazer. Ele sobe pelo meu corpo, beija meus seios e chupa, ele se levanta por completo e eu me ajoelho. Seu membro é delicioso e minha boca gulosa se enche de prazer. Olho pra cima e continuo a chupar, começo a lamber, mas eu quero e preciso sentir ele em mim, então me levanto a gente se beija. Vou para a cama, ele pega a camisinha.

Deitada na cama redonda me olho no espelho do teto. Estou feliz, radiante e segura, ele se aproxima, abro as minhas pernas, ele se posiciona entre minhas coxas grossas, sinto ele entrar.

Minha respiração está ofegante, começo a gemer baixinho, ele dá umas bombadas mais fortes intercalas, (fdp) me arranca suspiros altos, ele me fode forte e gostoso, fico louca de tanto tesão.

Ele mantém o ritmo, enquanto muda a minha posição, simplesmente me puxa abre e fecha minhas pernas, com uma habilidade incrível. Meu corpo passivo parece obedecer e em sintonia, minha mente flutua. Meu sexo esta totalmente preenchido. Eu me agarro em algo na cama, gemendo e rebolando gozo gostoso, ele continua a me comer mais forte e não parece querer gozar.

Mas quero que ele goze jogo mais minha bunda contra o seu membro, empino mais e ele percebe minha estratégia.  Sinto seu corpo estremecer sobre o meu, seu membro socado fundo dentro de mim, sinto seu suor escorrer nas minhas costas, ele goza e eu também por tê-lo feito gozar.

Vamos tomar banho, tiro meu colar e brincos na pia entro em baixo do chuveiro a água cai sobre nossos corpos enquanto nos beijamos, minha mão passa entre seus cabelos da nuca e escorre pelos seus braços. Ele me puxa pra mais perto dele e sinto que já esta duro de novo, me espanto!

Entro debaixo do chuveiro por 10 segundos, procurando restabelecer algum controle sobre mim, então sento na beira da hidro de frente para seu membro, seguro umedeço meus lábios. Aproveitando as gotinhas do chuveiro então começo a chupar, subir e desce engolindo todinho, mamo gostoso aquela rola deliciosa, bem safada. Chupo olhando pra cima, e ele solta um:- aaaiiii delicia, e me chama de safada.

Segura meu cabelo me fazendo engolir tudo e sufocar, sei que muitas mulheres odeiam isso, mas eu ADORO me sentir sem ar engasgada. Ele faz isso mais umas três vezes, sempre me solta e tira seu membro da minha boca para que eu respire, eu gulosa abocanho de novo escuto:- Safada, mama gostoso!!

Saímos da hidro em direção ao quarto, deitados na cama chupo novamente, seu membro cresce na minha boca bem rápido. Minha mente flutua e meu corpo quente já estão em outra dimensão, mas minha boca gulosa quer mais, chupo ele gostoso, engulo tudo e seguro no fundo da minha garanta pelo máximo de tempo possível, até não conseguir respirar e engasgar.

Sinto entrar e sair de mim em movimentos lentos mais intensos e profundos, a sua mão alisando minha bunda esta cheia de más intenções. Vejo lamber os dedos e sinto seu dedo em volta do meu anus, eu não consigo evitar, empino o bumbum cheia de vontade de dar.

Totalmente preenchida sinto me estremecer, perco o sentindo e vou gozar ele tira o dedo e coloca a cabeça do seu membro no meu anus apertado. Dói, mas eu empino ele força com suavidade eu rebolo e ao mesmo tempo travo e me afasto.

Ele se encaixa atrás, sento em seu membro devagar procurando encaixar. Rebolo de costas pra ele. Sinto ele se encaixar, olho pelo espelho e o vejo feliz, minhas pernas tremem, estou exausta.

A hidro esta quase cheia, me encosto-me à parede ele me segura. Como é forte apesar de magro e alto tem uma força incrível. Sem que eu tivesse mais forças, meus joelhos se dobram, eu escorrego pra dentro d água, abro minha boca e ele entende o recado. Sinto escorrer seu gozo entre meus lábios, me sinto relaxada, absolutamente feliz e realizada pela noite que tivemos.

Autoria Anônima

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMisterioso homem do carro preto
Próximo artigoMinha perdição
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.