WhatsApp Loja Meus Fetiches

Adoro homem fardado! Este é um fetiche que eu tenho desde novinha e até hoje não consigo me desprender.

Eu lembro que estava sozinha e carente naquele dia. Precisava urgentemente de atenção, sedução ou simplesmente conversar.

Então resolvi entrar em um site de relacionamentos para conhecer alguém.Passaram-se vários dias e apareciam apenas homens chatos com as mesmas perguntas:”Oi tudo bem?Onde você mora?”.

Claro que, com este tipo de abordagem, não sentia mais vontade de conversar com nenhum deles. Queria sair do site o quanto antes.

Então um dia  vi a foto de um policial todo fardado. Semblante muito sério. Resolvi curtir.

E esta foi a melhor decisão da minha vida!

Logo em seguida ele me escreveu que queria transar comigo. Perguntou se eu “ia dar pra ele”. Foi assim mesmo com essas palavras!

Eu fiquei irritada e disse :”Você é um louco, nem me conhece direito e vai perguntando se eu vou te dar”. Saí do site completamente indignada.

Mas aquele macho me chamou atenção. Ele foi tão direto e parecia estar ali, exclusivamente, para dar prazer.

No outro dia entrei de novo, não contive a curiosidade e chamei ele. Novamente ele fez a mesma pergunta: “Você vai me dar?” Desta vez já não fiquei tão irritada.

Tentei puxar assunto, mas ele não queria conversa. Então falei “tudo bem” e que ele podia vir me pegar. Combinamos nosso encontro para a noite.

Bem, primeiro fiz uma exigência: que ele viesse de farda! Eu adoro uniformes e não iria perder esta chance.

Conforme o combinado, ele veio fardado! Aquilo me deixou extremamente excitada. Fomos para um motel imediatamente e transamos. Posso dizer que foi bom, uma transa normal sem grandes surpresas.

Creio que ele gostou de mim, pois no outro dia ele me ligou e perguntou se eu queria transar de novo. Já que ele era homem de poucas palavras, entrei no seu jogo e disse que sim. Falou que viria me buscar depois do trabalho. Eu aceitei.

Dessa vez foi uma transa diferente! Nossa transa teve muito mais pegada e tesão. Ele estava muito empolgado neste dia; foi um sexo bruto, meio violento.

E nem precisa dizer que ele me bateu de um jeito bem gostoso nesse dia. Não faltou tapas na bunda e nem puxão de cabelo.

Um mês depois ele me procurou de novo, questionando se eu aceitava ir na casa dele.

Como eu tinha gostado muito das transas anteriores, sem pensar nas consequências, aceitei prontamente. Ele já me esperou do jeito que eu gosto: fardado!

Foi o melhor sexo que já tive até hoje! Seu jeito de ser, de me pegar, de me possuir… Acho que foi isso que me atraiu tanto!

Ele me amarrou com uma corda bem grande. Minhas pernas e braços ficaram imobilizadas. Eu estava totalmente à mercê de seus desejos. Minha tensão e expectativas eram enormes.

Assim que ele amordaçou minha boca, fez aquele sexo com a pegada e violência que eu queria. Era tudo o que eu desejava!

Eu tive orgasmos muito intensos. Foi uma sensação incrível que não tenho como descrever. Ser dominada é uma experiência que vale a pena! Eu me senti em outro mundo, como se estivesse em outra vida.

Eu tive de ir embora daquela cidade e nunca mais o vi. Ate hoje não encontrei outro homem que me desse tanto prazer.

Fonte: Conto erótico enviado pela seguidora Maria.

Gostou desta história? Que tal ler mais uma? Separei este outro Conto Erótico para você ler: Meu Policial.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMénage à trois com minha melhor amiga
Próximo artigoO outro lado da moeda
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.