WhatsApp Loja Meus Fetiches

Há nove meses resolvi entrar em um site de relacionamento para pessoas casadas, pois comecei a me envolver demais com o meu amante e precisava sair dessa situação. Conversei com alguns homens, mas confesso que o medo de achar alguém conhecido era grande.

No ano passado, Carlos (fictício), tentou algumas vezes contato, mas o perfil dele não era o que eu estava procurando. No meu perfil nesse site deixo bem claro uma fantasia que tenho e que amo: Fazer beijo grego! Já atraí diversos homens com vontade de experimentar, mas com poucos eu tive uma atração. Sai com alguns, mas nenhum deles me prenderam.

Há 1 mês atrás, Carlos tentou novamente o contato. Dessa vez ele havia dito que amava receber beijo grego e que não tinha frescuras. Foi assim que eu resolvi dar uma chance para conversarmos.

Conversamos durante uns 20 dias, cada vez mais eu achava ele louco, mas quem não é?! Resolvemos marcar. Ele me pegou em um local público, não fez cerimônia, desceu do carro, me deu um beijo no rosto, se apresentou e abriu a porta para eu entrar.

Comecei achar estranho, diferente. Havíamos combinado de irmos direto para o motel, afinal, somos casados e não podíamos dar bobeira. No caminho fomos conversando, ótimo papo, difícil isso acontecer! Chegamos no motel, ele fechou o portão da garagem, abriu minha porta, sorriu e me deu a mão. Um verdadeiro gentleman.

Subimos as escadas, entramos no quarto e eu tirei meus brincos, quando me virei ele deu um sorriso e disse: “Você é linda!”. Nos beijamos, parecia que nos conhecíamos.

Fui descendo minha mão por todo seu corpo, tirei sua camisa, passei minha mão bem devagar em seu peitoral, sem tirar os olhos dos olhos dele. Assoprei o seu pescoço que ficou imediatamente arrepiado, devagar fui beijando suas orelhas e seu pescoço, minha língua percorreu seu corpo que de imediato correspondeu.

Nos beijamos de novo, nos pegamos de todos os jeitos, as mãos dele percorriam minha cintura e meu sexo já estava loucp pra gozar. Carlos era uma tentação!

Ele tirou meu vestido, me colocou de costas para ele e encostou seu corpo em mim, enquanto sua língua passeava entre minhas orelhas e meu pescoço, suas mãos deslizava sobre meu corpo, apertava meus seios. Me virou de volta para ele, não agüentei e tirei sua calça, uma cueca branca linda, do jeito que eu gosto.

Seu mastro já estava pronto para o combate, mas ele soube me provocar. Não deixou eu encostar, ficava nas pontas dos pés para me roçar nele.

Joguei ele na cama, prendi seus braços, fiz meu corpo deslizar em cima dele, não pensei duas vezes e tirei sua cueca. Que mastro! No mínimo uns 18 cm, lisinho, todo depilado. Perguntou o que eu ia fazer. Olhei nos olhos dele, sorri, dei um beijo bem molhado e cai de boca….Ele urrava! Dizia que estava maravilhoso e perguntava como eu podia chupar tão gostoso.

Não demorou e ele pediu para eu parar, pois ele queria me dar um presente. Ficou de 4! Eu não pensei muito, dei um tapa forte naquela bunda linda e lisa, o chamei de safado e disse que ele ia ser meu. Escutei ele sussurrar: “Sou seu!!!”.

Abri a bunda dele e chupei muito, metia a língua e ele dizia que estava muito gostoso, me chamava de safada e algumas vezes de amor, foi ficando ofegante, ao mesmo tempo que eu o chupava, eu o masturbava.

Quando senti as bolas bem duras, meti um dedo e esperei uns 15 segundos para o anus dele se acostumar, fiz um entre e sai alternando com linguadas e beijos.

Me levantei, ordenei que ele ainda ficasse de 4 e fiz ele meter o dedo dentro de mim, para sentir o quanto eu tinha gozado. Ele ficou louco, chupei um pouco mais o mastro dele e o cuzinho. Bati nele algumas vezes e ele adorou, quando estava enlouquecido, me virou de quatro e me chupou. Que boca!!!!! Chupava e lambia como ninguém.

Quando pensei que ia desfalecer, ele disse que ia meter tudo, colocou a camisinha meio nervoso e eu falei: “vem, soca tudo no seu amor!”.

Ele me beijou e foi colocando aos poucos, afinal, sou muito apertada e ele grosso e grande. Quando tudo entrou eu comecei a gemer, ele pediu para eu beijá-lo. Depois, fiquei de quatro pra ele. Ele me chupou antes de meter, aquela língua quente e sem frescura me deixou alucinada.

Quando acabamos, tomamos banho juntos. Ele tão carinhoso, ficava me olhando e me beijava toda hora, depois deitamos juntos na cama, ficamos abraçados. Foi uma tarde maravilhosa. Carlos não sai da minha cabeça e nem deixa de falar comigo todos os dias.

Conto Erótico enviado por anônima

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMeu Chefe é um tesão
Próximo artigoRelação Aberta
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.