WhatsApp Loja Meus Fetiches

Abrem-se as cortinas e o prazer invade o teatro da imaginação. E ela sai, caminha devagar e vai para o banheiro. Ele a observa andar, seus olhos dançam nela, saboreiam ela.

Ele ouve o barulho do chuveiro e imediatamente a visualiza nua… A água quente descendo pelo seu corpo mais quente.  Já excitado só com a sombra da realidade, se levanta, segue o mesmo caminho. Porta entreaberta, ele empurra e vai entrando. Sem convite, sem expulsão… A abraça pelas costas, ele nem tirou sua roupa branca, que devagar, fica sem cor nenhuma. Ela se ensaboa, com os cabelos presos. Ele os solta e toma o sabão dela. Ensaboa no pescoço, no peito, nos seios, na barriga, na cintura, com as mãos na virilha da mulher. Ela o aperta nas nádegas com uma mão, o outro braço levantado acaricia sua nuca.

Ele não diz nada em seu ouvido e ela o ouve. E responde que sim, olhando pra ele. Se virando de frente e sem curvar o corpo, desce a última peça de roupa que restava. Ele a segura como num abraço e a levanta levemente. Ela cruza suas pernas em volta dele, geme baixinho.  Dele só se ouve o expirar, muito se ouve da água caindo nos corpos, a água ferve. Eles fervem. O Mundo ferve. Já não se sabe mais onde estão. Só estão lá se deleitando um com o outro, no outro. De pé… Nunca foi tão confortável ficar de pé. Ele com os braços apoiados na parede se fosse uma filmagem, cobria o rosto dela. Ela com as costas apoiadas na parede, arranhando ele nas costas e no peito. Não toca o chão, apenas ele e a parede.

Ele está no chão, mas voa. Ela voa junto. Muitos minutos únicos, feitos de vários minutos repetidos. Saem do banho colados, presos como cães. Ele a leva sem sair de dentro dela. Deita-a na cama e brincam de adultos por mais alguns minutos, desacelerando devagar.

Já destruídos de prazer, os dois sorriem. Ela o abraça por trás agora e estão os dois cobertos por um lençol fino e levemente transparente. Ele diz sem se virar que a ama, mas ela já sabia. E responde o que ele sabia que ela o ama também. Os dois dormem depois daquele banho de amor…

E fecham-se as cortinas.

Conto erótico enviado por Leonhard Lemor
Fonte Imagem de Capa: Reprodução / Facebook
Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMulher Dominadora – Conto Erótico
Próximo artigoSaiu sem Calcinha – Conto Erótico – Conto Erótico
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.