WhatsApp Loja Meus Fetiches

Sexo selvagem é um dos meus maiores fetiches! Transar com muita energia, em lugares diferentes e inusitados, sair da cama, fugir do tradicional é algo que me dá muito tesão.

Meu namorado atual é na verdade o meu primeiro marido. Estamos vivendo um “Revival” daqueles de tirar o fôlego, praticando um sexo de alto nível, sem limites e sem pudor.

Por isso resolvemos viajar juntos, curtir o frio da serra e transar muito, todos os dias e todas as noites. Essa era nossa vontade!

Numa das tardes estávamos passeando de carro, curtindo as paisagens, muitas árvores, muita vegetação. O dia estava lindo e propício para uma aventura diferente.

Ficamos com vontade de parar o carro num lugar mais isolado e transar no matinho. Provoquei ele de todas as formas e já estava toda molhada, pensando em como seria gostoso um sexo selvagem no meio do mato!

Ele entrou com o carro numa área remota, não havia ninguém. Parecia que o lugar estava reservado para nós. Parou bem escondido na mata, inclinou o banco para trás e me olhou com aquele ar de cumplicidade que só nós dois entendemos…

Abriu o zíper, colocou o pênis pra fora e caí de boca. Chupei e mamei com muita vontade, até sentir bem duro em minha boca. Ele gemia a vontade, afinal não havia ninguém para ouvir nossos sons…

Tirei a calcinha e pedi que saíssemos do carro. Ouvíamos o barulho de água ao longe… A possibilidade de aparecer alguém de repente me deixava ainda mais excitada. Queria logo! Queria tudo!

Estava bem molhada! Que sensação maravilhosa, cheiro de mato, de sexo, de prazer. Tudo o que a gente queria naquele momento era curtir de um jeito selvagem, sem vergonha ou pudor algum.

Apoiei as mãos no carro e me curvei bem devagar, ficando de quatro pra ele. Olhei de uma maneira super maliciosa, subi a saia e me ofereci. Ele ficou louco de tesão!

Ele penetrou com força no meu sexo. Não sei quanto tempo ficamos daquele jeito, só sei que estava maravilhoso sentir aquele vai e vem gostoso. Ele me puxava pelos cabelos e me agarrava pela cintura, tornando sua pegada cada vez mais forte!

Não demorou muito para eu gozar muito forte! Toda esta cena me tirou do ar… Depois ele tirou e meteu lentamente em meu ânus. Podia gritar à vontade que ninguém ia ouvir mesmo! Socou sem parar.

Resolvemos filmar a cena com o celular. No vídeo, eu apareço com uma cara bem safada, enquanto ele aparece com a cara de quem domina a transa e me possui. Ele metia cada vez mais rápido e forte, enquanto eu me abria ainda mais  para o prazer.

Em seguida ele gozou no meu ânus, senti escorrer dentro de mim. E o vídeo ficou como lembrança daquela tarde deliciosa no meio da mata…

Conto erótico enviado por K., seguidora anônima.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA Cliente
Próximo artigoA Estagiária e o Advogado
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.