WhatsApp Loja Meus Fetiches

Era final de ano,lembro bem como ela estava. Atraia todos os olhares.Eu mesmo estava excitado só de pensar no que ainda não tinha visto.

Me aproximei… Reconheci a boca, as pernas e aquele rostinho de quero mais.

O nome dela é Bruna. Aquela dos tempos de colégio…

Mil lembranças vieram. Os beijos, as mordidas, as mãos nada bobas…

Me aproximei ainda mais… Nesse momento, imaginei todas as fantasias que ela não tinha realizado. Despi o seu lindo corpo… Imaginei cada centímetro que eu pudesse beijar, morder, gozar…

Nesse instante ela olhou. Senti que tudo aquilo pudesse acontecer.

Sussurrei no seu ouvido os fetiches que eu sempre tive vontade de realizar. Ela já estava mordendo os lábios, então imaginei que ela começava a ficar toda molhada… Em meio ás minhas palavras, ela  pegou minha mão e me arrastou dali.

Saímos sem direção…

Paramos num canto escurinho.Coisa de adolescentes. Entre beijos quentes e mãos incontroláveis, vimos que ali era desconfortável para um quente romance.Então voltamos para a festa.

Bruna foi até a sua tia e pediu a chave da sua casa. Disse que iria trocar de sapato, pois aqueles estavam machucando. Disse também que eu iria fazer companhia, já que está muito tarde e escuro.

Saímos dali às pressas!

Entre paradas no caminho para nos tocarmos, Bruna ia dizendo coisas que queria que eu fizesse. Quando chegamos, ela mal abriu a porta da casa e  me agarrou como uma ninfomaníaca. Tirou o meu cinto e abriu o meu zíper…

Doido pra vê-la nua, tirei a sua saia e sua blusa. Estava de lingerie preta, com o corpo branquinho que sempre desejei.

Ela se ajoelhou na minha frente e fez aquilo que eu tanto sonhei. Começou dando beijinhos, passou a língua e… Abocanhou!

Nossa, como ela chupava bem. Em segundos, me fez ter vontade de gozar! Me segurei… Foram minutos de um sexo oral inesquecível.

Depois de 10 minutos, não aguentei! Eu estava há tanto tempo sem transar e sempre me masturbava pensando nela, logo fui ao orgasmo. Com todo o membro em sua boca, ela não parava de chupar, lamber… Com a boca cheia, engoliu tudinho e disse que não desperdiçava nada.

Enquanto me recuperava, deitei-a no sofá e a chupei com vontade. Primeiro, comecei pela boca, passei pelos seios brancos e vermelhos com sinais da minha mão. Beijei sua barriga, as pernas e… Pulei o seu tesouro. Beijei e massageei os seus pezinhos.

Nesse instante, ela estava gemendo, molhada, pois também se tocava…

Fui até o seu clitóris. Chupei devagar. Com o dedo fiz movimentos de penetração. Ela gemia gostoso, pedia para acelerar ou frear os movimentos…

Chupei seus lábios até sentir seu gozo na minha boca. Continuei chupando. Ela se contorcia… Excitado, lubrifiquei o seu ânus, esperando que ela gostasse e pedisse a penetração.

De quatro, molhada e gemendo, ela pediu que eu colocasse fundo e que massageasse o seu clitóris. Assim fiz. Coloquei bem devagar, cada centímetro. Mesmo molhada, senti um aperto gostoso. Em movimentos de ida e volta, trocamos muitas vezes de posição. Ela era a melhor de todas! Cavalgou, gemeu, e… Pediu pelo sexo anal.

Devagar, coloquei tudo e empurrei forte depois. Ela foi ao delírio, gozou, gritou e pediu que eu gozasse ali. Ardente de tesão e com medo de engravidá-la, obedeci e gozei muito.

Fomos às nuvens juntos. Ficamos abraçados e nos beijamos. Quase caímos no sono…

Até que em determinado momento ouvimos um barulho. No portão estava a sua prima, gritando por nós. Nos vestimos em segundos, mas ela percebeu a nossa felicidade. Disse que não contaria a sua mãe, mas que queria saber da prima tudo o que aconteceu… mais tarde e com detalhes.

Conto enviado por um seguidor anônimo.

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!

Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorSavanna
Próximo artigoHomem Casado
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.