WhatsApp Loja Meus Fetiches

Na noite anterior eu tive um sonho muito real. Sonhei com uma mulher sentando no meu pau e deu até para sentir seu calor e umidade.

Pela manhã, ao chegar no escritório, comecei a conversar com uma amiga sobre este sonho e fiquei com muito tesão só em falar disso. Na hora do almoço eu fiquei sozinho no escritório, pois os funcionários saíram para almoçar fora.

Assim que eles saíram o interfone tocou. Logo pensei que algum deles tinha esquecido algo e voltado para pegar. Ao abrir a porta, vi que era minha amiga para qual havia contado o tal sonho. Ela falou que ficou curiosa para saber mais detalhes do meu sonho e se eu poderia contar para ela pessoalmente.

Imediatamente percebi maldade nos seus olhos dela. Sabia o que ela queria de verdade, afinal ela é uma mulher muito bonita, com uns peitos enormes e uma cara de safada que mata qualquer um. E naquele dia ela estava com um vestido curto e colado.

Convidei ela para sentar no sofá que tem em frente a minha mesa. Ao sentar na minha cadeira, percebo que ela não tem medo algum de mostrar a calcinha, pois estava de pernas abertas e dava para ver um pouco da sua lingerie.

Começo a contar o sonho novamente para ela, sem tirar os olhos de suas pernas e seu decote. Estava hipnotizado com tanta beleza e de pau duro por baixo da minha calça social. Resolvi ir até o sofá para continuar a contar o sonho de mais perto…

Maliciosa, ela analisou o o volume da minha calça e falou que queria me ajudar a aliviar, pois o sonho tinha me deixado com muito tesão. Ela acaricia meu pau por cima da calça… Eu já estava louco de tesão mordendo os lábios. Apenas balanço a cabeça dizendo que sim.

Rapidamente ela abre meu zíper e tira meu pau para fora da calça. Sem tirar seus olhos dos meus, coloca meu pau todo na boca. Quase caio para trás de tanto tesão! Ela chupava com tanta vontade… Cá pra nós, não tem coisa melhor do que um boquete olhando nos olhos.

Ficou ali por um bom tempo me chupando. Em seguida coloco ela sentada em cima da minha mesa. Nesse momento não pensamos em mais nada a não ser fazer um sexo gostoso. Jogo todos os papeis da minha mesa no chão para ela ficar mais à vontade. Então subo seu vestido um pouco para poder ver aquela visão maravilhosa: uma calcinha preta bem pequena e de renda.

Começo a chupar ela por cima da calcinha mesmo, deixando ela mais louca ainda de tesão. A esta altura ela já está toda molhada! Suas mãos me puxam contra seu seu sexo, como se estivesse quase gozando na minha boca.

Com uma das mãos começo a pegar em seus peitos, com a outra mão puxo um pouco mais de lado sua calcinha e a penetro com um dedo. Imediatamente ela começa a tremer e pedir mais dedos um dedo. Quando coloco o segundo dedo, chupando seu clitóris simultaneamente ela não aguenta de tesão e da um grito de prazer gozando na minha boca.

Nesse momento ela me afasta dela e começa a tremer. Insana, olha pra mim me chamando de filho da puta e fala que vai acabar comigo igual eu fiz com ela. Novamente ela começa a me chupar.

Em seguida, levantou seu vestido, tirou sua calcinha e sentou no meu colo se encaixando perfeitamente em mim. Cavalgou como eu nunca tinha visto antes! Pulava com uma vontade que já estava quase me fazendo gozar.

Sentia meu pau entrando todo e saindo, aquele mesmo calor do sexo do meu sonho… Entrei naquele ponto sem volta,  prestes a gozar. Falo pra ela, ofegante: ” Quero te foder de quatro!”

Prontamente ela responde ao meu ouvido: “Então vem e me fode com força!” Na poltrona da minha sala, ela se acomoda de quatro, toda aberta. Em pé, me encaixo entre suas pernas e começo a bombar com força, puxando seu cabelo.

Dou um tapa forte em sua bunda. Ela implora por mais… Mais forte, mais rápido! Encosta seu rosto na poltrona e começa a tremer, gozando novamente.

Seu pedido: “Goza na minha cara, dá leite para sua amiga!” Ela se ajoelha na minha frente e começa a chupar meu pau de maneira quase impiedosa. Não aguentando mais, anuncio o gozo que logo escorre em seu rosto e seu peito.

Como um toque de mágica, logo percebi que não havia mais nenhuma gota. Ela chupou tudo! Deixou tudo limpinho!

Após isso, nos arrumamos e ela falou que teria que voltar para o seu trabalho. O horário de almoço dela estava acabando. Assim que ela saiu, o pessoal do escritório retornou para o segundo tempo do trabalho.

Conto erótico enviado por seguidor anônimo.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAquele Zelador é uma tentação
Próximo artigoO Estranho da Internet
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.