WhatsApp Loja Meus Fetiches

Um dia ,conversando com algumas amigas , uma delas comentou que fazia alguns meses que não fazia sexo.A outra respondeu:” ué , vai numa festa e pega o que te agradar… ou pega este nosso amigo que vive dando “sopa””.E apontou na minha direção.

Estava apenas ouvindo a conversa, então somente dei risada e não falei nada.

Passaram-se a alguns dias e num final de semana,estava sentado em um barzinho, comendo um petisco e tomando uma cervejinha. Uma de minhas amigas da minha rua ligou e comentou que estava na avenida principal com algumas amigas.

Perguntou onde eu estava e se eu a levaria embora, pois tinha bebido , porém tinha medo de ir pra casa sozinha. Respondi que a levaria pra casa.

Fui ao seu encontro com os rapazes que estava no barzinho, e lá estava ela…linda.

Disse aos meus amigos que iria levar ela para casa e que voltaria logo.Ela se despediu de suas amigas e fomos conversando.

Talvez por ter bebido um pouco, estar carente e confiar em mim começou a comentar assuntos íntimos.Apenas dei risada , pois já estava achando impossível…mas.

Num misto de proteção e tesão, fomos andando abraçados. Ao pararmos na frente do portão de sua casa, esperei e ela entrou pra pegar uma lata de cerveja. Quando saiu , disse que todos estavam olhando TV. Fomos para uma praça , próximo á sua casa e lá ficamos sentados, conversando.

De repente, ela chegou muito perto e sentou no meu colo.Não perdi tempo… mulher linda , carente, muito minha amiga e o clima pegando.

Então dei um beijo e  coloquei a mão no meio de suas pernas… comecei tocá-la. Ela soltou um gemidinho.

Abri sua calça e puxei a calcinha de lado. Passei o dedo no seu sexo… fui enfiando um dedo, ela deu um gemidinho. Ela sussurra em meu ouvido gemendo:”vamos pra um lugar onde ninguém poderá nos ver”.Apontou com o dedo uma construção perto dali.

Fomos até lá. Rápido ela começou a me beijar e pegar meu membro. Sentei num banco de concreto  e ela sentou no meu colo…já fui logo metendo o dedo no seu sexo.

Ela tirou o shorts e sentou no meu colo de frente, puxei sua calcinha de lado e coloquei a vara na entradinha.Ela foi sentando e foi  se encaixando … cada rebolada e ele entrava cada vez mais.

Começou a cavalgar em cima da minha vara.De repente ela para e eu a levanto no colo sem tirar de dentro e comecei a transar de pé com ela em meu colo.Coloquei encostada na parede e soquei bastante com ela de costas. Rápido e forte.

Ela começou gemer mais alto dizendo que ia gozar… coloquei mais força na estocada e senti seu corpo tremer. Logo após comecei a me arrepiar e sentir um espasmo em meu corpo… estava gozando igual a um animal.

Quando paramos , estávamos arfando muito…nos olhamos e nos beijamos.Colocamos a roupa e eu levei ela pra casa.Conversando do mesmo jeito, como se nada tivesse acontecido.

Fui pra minha casa tomar um banho para sair com a rapaziada, mas acabei por dormir.

No outro dia liguei para ela perguntando se ela tinha alguma coisa para fazer.Marcamos um encontro …vamos ver no que vai dar.

Espero que o mesmo de ontem.

Fonte: Conto erótico enviado por um seguidor anônimo.

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHomem maduro é impossível esquecer
Próximo artigoEncontro na madrugada fria
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.