WhatsApp Loja Meus Fetiches

Suas bochechas estavam coradas. Por mais que tivesse cheia de tesão eu via que ainda havia um pouco de pudor vindo de sua parte. Era notável. Ela nunca havia feito algo parecido.

Estava seminua da cintura pra cima. Os seios redondos e deliciosos expostos ao reflexo do espelho, a única coisa que a mantinha vestida era a calcinha de renda preta, que atrapalhava meus pensamentos pornográficos.

Sua respiração estava acelerada, conforme se olhava e tocava a ponta dura de seus bicos, via que ia se soltando aos poucos, e isso me agradava muito. Me agrava ao ponto de sentir a porra do pré gozo melando minha cueca.

E o que mais queria, naquele momento era que meu pau estivesse lambuzando a sua boca. Me aproximei para ficar atrás dela, seus olhos encararam os meus através do espelho e um sorriso travesso tomou seus lábios.

Com uma das mãos agarrei-a pelos cabelos,enrolando aquelas mechas escuras em meu punho. No momento em que os puxei fazendo sua cabeça pender pra trás,ela gemeu,abrindo totalmente as pernas:

-Você gosta,não é?

-Sim..

Com a mão livre agarrei um de seus seios. Minha boca faminta buscava sua pele. Encontrei seu pescoço e comecei a chupar, marcando-a levemente. Gemo ao agarrar um de seus bicos,meu polegar sabe o que fazer,o tortura,o esfrega vendo que logo seus quadris ganham vida própria.

Mordo a ponta de sua orelha eminha língua se move por todo o lóbulo. Minha respiração falha quando deslizo a mão por sua calcinha lisa e sinto a temperatura de seu sexo:

-Está molhada..?

-Estou.

-Mostre pra mim..

Fico de pé atrás dela. Seus olhos estão fixos nos meus através do espelho.Ela desliza o quadril no estofado, o suficiente para que possa descer a calcinha e abre as pernas.

Sua intimidade rosada está brilhando de tesão e isso me faz grunhir feito um animal. Aliso meu pau por cima do tecido e meu toque se torna mais intenso quando ela usa uma das mãos para abrir os lábios se mostrando totalmente para mim:

-Está tão gostosa..

Ela afasta a mão,busca os botões de minha calça e puxa meu pau da cueca. Umedeço meus lábios passando a língua sobre eles quando ela expõe minha cabeça vermelha e com muita vontade, a toma na boca a sugando.

Minha cabeça pende pra trás, mas logo volto a encarar tudo pelo espelho. Ela completamente nua, aberta,chupando meu pau, a única parte do meu corpo à mostra.

Me aproximo um pouco mais, esticando a mão para que possa alcançar um de seus seios. Agora ela não me tem mais na boca, me lambe como se fosse um doce delicioso, usa a saliva para poder me masturbar. Sinto cada veia do meu pau latejando a seu toque.

Minha mão alcança seu sexo, tão molhada e deliciosa. Abro seus lábios, esfrego seu grelinho inchado, deslizo os dedos entre seus lábios,a penetro e fodo com desejo. Está apertada, viciante. Sabe como me deixar louco, contrai os músculos, aperta a mão em meu pau, me provocando de forma dupla.

Já não aguento. A faço levantar e parar ao lado de um dos braços da poltrona. Seu reflexo no espelho ainda toma sua atenção. Toda nua,linda e virada de costas pra mim, empinada, esperando meu pau se enterrar dentro dela.
O agarro firme, me masturbando, com a outra mão toco em seus pequenos lábios, alisando,preparando, mas não aguento, preciso provar.

Abro sem pudores, a agarrando pelo traseiro, expondo seu rabo… A lambo de baixo a cima, seu corpo todo se contraí ao meu toque. Minha língua molhada e quente sabe onde e como a tocar. Ela separa ainda mais as pernas,alcanço seu grelo e o chicoteio com a língua repetidas vezes.

Seu mel me lambuza, enche minha boca, me deixando cada vez mais duro e pronto pra ela. Ela solta uma risada suave ao encarar o modo que estou preso a ela pelo espelho, sua mão me agarra pelos cabelos e ela rebola de forma descarada. Assim.. me lambuzando,deixando seu cheiro em mim.

Eu me afasto para encaixar meu pau nela, a abrindo de outra maneira pra mim. Agarro novamente seus cabelos,para que não deixe de encarar essa cena pelo espelho e me enterro nela, sentindo se contrair em torno do meu pau.
Impossível não gemer com isso, ela era tão apertada, tão gostosa.. Estremeço inteiro e por instinto começo a mover meu quadril,de forma lenta,para estar completamente lambuzado para entrar e sair gostoso, sem pressa, pra fazê-la gozar quantas vezes fosse preciso.

Nos ver no espelho ainda me dá mais tesão. Ela estava a minha mercê, completamente nua, enquanto ainda estava de roupas, somente com meu pau dentro dela. Minhas bolas estavam pesadas,cheias de tesão, batendo de encontro a sua pele.

Uma de suas mãos desliza até o meio de suas pernas e com toques precisos… Começa a se estimular e a acariciar minhas bolas. Queria gozar comigo, junto comigo…e isso não ia demorar.

Meus movimentos ficaram mais intensos, suas pernas bambearam e soltei seus cabelos para agarrar firme sua cintura. Metia com força,metia sem dó, ora ela gemia,ora perdia o fôlego, mas sempre pedia mais, mais forte,sem pena.

O suor já escorria por minha pele. Meu corpo todo queimava dentro daquela roupa. Eu me afastei para arrancar tudo e antes que pudesse me enterrar nela de novo,sua mão tocou a minha,e ela pediu para que me sentasse na poltrona.
O fiz, me sentando agora completamente nu e encarei meu reflexo. O tesão era visível em meu rosto e ao vê-la se ajoelhar diante de mim,tive a certeza que aquele pudor do começo havia a deixado.

Sua mão agarrou firme meu pau e ela me lambeu das bolas a cabeça. Envolvi as mãos em seu cabelo,enquanto com a pontinha da língua ela provocava minha fenda, provando meu pré gozo. Logo descia contornando a cabeça,acertando o lugar que me fazia tremer inteiro. Caralho..ela me faria gozar rápido e quando notou isso,se levantou e virou de costas,se sentando em meu colo.

Agarrei suas coxas,a abrindo e seu sorriso malicioso se abriu.Ela queria ver meu pau dentro dela.. Apoiou então as costas em meu peito e me encaixou em sua entrada. Mordi seu ombro e encarei a nós dois pelo espelho,eu entrava bem fundo e seus olhos se fechavam quando a acertava no lugar que ela gostava.

Alternava os movimentos,me movia rápido e devagar… Seu sexo rosado estava todo inchado me recebendo gostoso,eu já sentia a pressão do ar em meus pulmões pesar. Eu gozaria rápido. 

Ela então começou a rebolar,deixando só a cabeça do meu pau dentro dela.A mantive colada a mim, prendendo pela cintura enquanto ela se moviam gostoso,girando,apertando,me levando a beira da loucura. Ela disse que gozaria e eu disse que gozaríamos juntos. E foi o que aconteceu..

Ela gozou me apertando todo e logo fui com ela,minhas bolas enrijeceram assim como meu corpo todo e minha porra a preencheu,a deixando marcada. Um sorriso sapeca se formou em seus lábios enquanto de forma lenta,ela me tirava de dentro dela, vendo tudo escorrer. Ver aquilo..só fez com que o tesão voltasse a mil.

Ela esfregou minha cabeça vermelha,se lambuzando com meu gozo e sussurrou:

-Topa uma segunda rodada?

Eu estava mais do que pronto pra isso…”

~* Leonardo Vicenzo

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDeusa Morena – Conto Erótico
Próximo artigoEsperando aviões – Conto Erótico
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.