WhatsApp Loja Meus Fetiches

Para comemorar nossos dez anos de casamento inventei uma história inusitada com minha esposa. Não revelarei nomes reais, até porque este detalhe é irrelevante.

Digamos que meu nome é Ivan e minha mulher se chama Bianca. Ela é uma pessoa muito companheira e em nossas transas, sempre nos aventuramos em pensamentos fazendo dupla penetração ou imaginando uma amiga dela.

Nunca saímos dos pensamentos sórdidos por falta de coragem da parte dela. Então resolvi fazer uma tremenda loucura próximo de completarmos dez anos de casamento.

Combinamos de sair para curtir a data, ter uma noite especial e depois terminar tudo em uma suíte. Bianca ficou muito feliz. Amou esta ideia e concordou!

Na data marcada, ela se depilou toda, se preparou como nunca, colocou um vestido preto super curto, cabelos bem arrumados e um salto alto lindíssimo. Como ela estava linda naquela noite!

Nós dois fomos a um barzinho com pista de dança, bebidas, porções deliciosas. Entre sorrisos, revelei: “Hoje será seu dia, amor. Aproveite!” Ela adorou tudo aquilo. Vida de casal exige muito e sempre é bom sair para espairecer…

Ela subiu na pista, cantou muito e rebolou demais ao som de um funk. Adoro a ver empinar sua bunda grande e gostosa para me atiçar. Depois de horas, decidimos sair para terminar a noite em outro local. Mal ela sabia das minhas intenções…

Seguimos para o carro, mas antes de entrar, pedi para ela me deixar vendar seus olhos. Ela concordou. Também propus filmar o que faríamos a noite toda por lá. Bianca me deu uma resposta ousada:

– Me tira logo daqui e faça o que você quiser comigo.

Corri para o motel na melhor suíte. Com os olhos vendados ela não percebeu que tínhamos companhia dentro daquele carro. Lá dentro também estava um amigo que ela sempre elogiava. Convidei-o para tal noite sem ela saber.

Já na suíte, liguei a câmera no melhor ângulo e a festa começou com meu amigo se passando por mim. Bianca, proibida de ver qualquer coisa, dava com prazer… Porém dizia que eu estava diferente, mas eu não dizia nada.

Entre estocadas e mil posições, ele a colocou de quatro. Começou uma investida com os dedos em seu sexo, seguida de beijo grego à vontade. Ela se contorcia de prazer gemendo muito, como se soubesse o que estava acontecendo. Enquanto isso, eu me acabava de tanto tesão!

Depois de horas de transa, ela gozou junto com ele. Rapidamente entrei em ação para ela não tirar a venda e assim ter tempo dele sair do quarto e aguardar no carro.

Peguei sua mão, levei até a hidro e dei um banho em seu corpo. Conversamos um pouco, nos aprontamos para ir embora e antes de chegar ao carro, vendei seus olhos novamente. A surpresa ainda não tinha acabado.

Chegando a casa meu amigo desceu do carro e foi embora. Nós dois seguimos para a sala, tirei sua venda e a chamei para ver a filmagem na nossa TV. Pedi que só se pronunciasse após o término do vídeo.

Ela olhava as cenas fixamente, aparentemente sem nenhuma reação. Mas só pelo olhar dela, sabia que tinha gostado. Nossas fantasias sexuais finalmente tinham se realizado. Como imaginava, ela esperou o fim do vídeo, abriu aquele sorriso, me abraçou e disse:

– Amor, você é louco! Obrigada por tudo! Amei… E me beijou intensamente. – Mas agora eu só quero você para gozar comigo.

E assim foi nossa festa de 10 anos de casamento.

Fonte: conto erótico enviado por seguidor anônimo.

E então, gostou deste texto? Comente logo abaixo o que achou desta aventura.
Quer ver seu texto publicado aqui em nosso blog?
Convidamos você para visitar nossa página no FACEBOOK 
e também nos acompanhar através do INSTAGRAM.
Diariamente muitas novidades para você! 

Masturbador

COMPARTILHAR
Artigo anteriorUma aluna diferente
Próximo artigoTesão em Preto e Branco
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.