WhatsApp Loja Meus Fetiches

Tudo começou numa tarde ensolarada. Já passava das três horas da tarde e eu cochilava no sofá, quando de repente a campainha tocou.

Olhei pelo olho mágico e era apenas o carteiro. Abri a porta sonolenta, descabelada, o sono não ajudava muito, mas quando caí em mim, percebi que ele era lindo e dono de um sorriso maravilhoso e encantador. Pude avistar uma aliança na mão direita. Entregou-me a correspondência, trocamos algumas palavras e ele se foi.

Os dias se passaram e novamente no mesmo horário a minha campainha tocou. Sim, era ele! Abri a porta e pude perceber os olhos deles percorrendo todo o meu corpo. Ele sorriu, eu sorri também. Assinei e logo ele se foi. Mas, dessa vez meu coração estava acelerado. Corri pra varanda pra vê-lo passar. E depois fiquei a pensar naquele moreno latino que de alguma forma mexeu comigo.

Depois de uns dias novamente a campainha tocou. Eu já sabia que era ele, porém minha casa estava cheia de amigos. Um deles abriu a porta e eu estava no sofá, virada pra porta. Levantei correndo pra ter meus minutinhos com ele.

No dia seguinte, já de banho tomado, arrumada, perfumada, aguardei na varanda ele passar. Tinha que vê-lo, era mais forte do que eu! Quando passou, trocamos olhares, sorrisos e eu mal podia me controlar. Virou rotina! Todas as tardes eu estava ali, aguardando por ele.

Até que um dia, ele se atrasou e eu não pude me conter. Fui até a portaria do meu bloco e ele estava chegando. Fiquei sem graça, mas sorri e tomei coragem de perguntar o seu nome. Conversamos um pouco, e ele continuou seu trabalho. Entrei correndo, feito uma adolescente e fui pra varanda pra vê-lo partir.

Quando me viu ali, resolveu voltar e perguntou se podia se aproximar. Chegou perto e disse:

– Não faça isso!

Eu respondi:

– Não estou fazendo nada!

– O problema não é você, o problema sou eu fazer algo! Eu sou noivo!

– E eu sou casada!

Acabamos trocando telefone e ele se foi com muita vontade de ficar. Era uma sexta, teria que esperar até segunda para vê-lo! No domingo à noite, marcamos um encontro para segunda. Mal podia esperar!

Enfim, chegou o dia. Estava no local esperando ele chegar. Meu corpo estava pegando fogo, estava morrendo de tesão. Quando ele me tocou fui à loucura. Pegou-me pela nuca, me jogou contra a parede e me deu aquele beijo. Estava melada, ele também! Estava louco!

Arrancou minha roupa, e eu morrendo de vergonha do meu corpo, pois sou gordinha. Logo cedi e me entreguei aquele momento maravilhoso que não vivia há tempos. Meu marido só se interessa pelo trabalho. E não dá atenção a mim e nem aos filhos!

Nossa tarde acabou e ele se foi! E eu voltei pra casa! O toque, o cheiro, o beijo e a lembrança dele com aquele uniforme dos Correios acabou e tornando uma fantasia!E tudo não saía da minha cabeça! Eu queria mais!

E fui surpreendida por uma mensagem dele, dizendo que tinha gostado muito e que não saía da cabeça dele. Queria mais e mais e mais…

À noite, quando o marido chegou em casa me senti culpada,mas deixei disso logo após a primeira grosseria, a primeira ignorância que ele fez.

Após três dias marcamos novamente. Meu corpo em febre, meu mel escorria pelas pernas só dele me tocar. E parecia que já me conhecia, sabia onde tocar, como beijar, sabia o que fazer, sabia tudo!

Acabei me apaixonando por ele. Nossos encontros passaram a ser diários. Ficou tudo muito forte. Já se passaram dez meses e não conseguimos ficar longe um do outro. Ainda que a gente tente terminar, tudo muito forte como se fosse a primeira vez.

Ele continua noivo e eu casada. Sabemos que é errado, parece coisa de outra vida. Da ultima vez que nos vimos ele arrancou minha roupa e tocou meu sexo. Lógico que já estava toda molhada veio sugando meus seios com toda a fome, com toda força que se possa imaginar! Quando coloquei a mão no sexo dele, parecia que ia explodir, parecia pedra. Passei a mão e lambi os dedos olhando fixamente pra ele.

Enlouqueceu e me jogou na cama de quatro. Penetrou de forma selvagem, puxando meus cabelos longos, me dando tapas. Logo depois me segurou pelo pescoço, como se fosse me enforcar. Isso me deixa muito excitada e ele me faz ter orgasmo múltiplos! Até que chegou a hora dele… Gritou meu nome dizendo que ia gozar.

Saiu de mim e jogou todo o seu gozo na minha bunda. Depois me beijou com toda força e calor! Mesmo com todos os riscos continuo nesse caso delicioso.

Ele é maravilhoso, me fez sentir viva novamente, me faz sentir desejada, me faz sentir mulher.

Conto erótico enviado por nossa seguidora N.E

 

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador