WhatsApp Loja Meus Fetiches

Vejo na minha mocidade meninas lindas, meninos da minha idade, mas nada se compara a um homem mais velho.

Eu recebi uma ligação de meu irmão me pedindo para levar uma roupa ao seu trabalho. Chegando lá na recepção, havia um homem de cabeça baixa. Dei bom dia e pedi para chamar meu irmão.

O homem aparentando seus 25 anos, levantou sua cabeça e aqueles olhos verdes de repente se perderam nos meus. Fiquei fascinada, mas a minha educação fez com que eu me comportasse, até mesmo porque estava dentro de uma clinica.

Passaram dias e sem querer nos esbarrando na rua. Ele deu aquele sorriso de canto de boca, me cumprimentou e começamos a conversar. Senti suas mãos vindas de encontro a minha e percebi um pedaço de papel. Discretamente coloquei em meu bolso.

Chegando a casa, abri o bilhete e no mesmo estava escrito “Se você acredita em amor a primeira vista, seu amor sou eu” me ligue. Pronto, meu coração disparou. Fiquei nervosa, mas não liguei. Achei que era muito nova para aquele homem lindo.

Passaram-se dias e de repente o telefone de casa toca. Atendi e do outro lado uma voz suave e vibrante:

– Oi querida, você não acredita em amor à primeira vista? Pois eu acredito.

Automaticamente meu coração disparou. Fiquei afônica ao telefone. E ele continuou:

– Amanhã às 17hs te aguardo em frente à praça próxima a sua casa.

Fiquei pensando imaginando a noite toda como seria esse encontro. Então no dia e hora combinados estava ele lá, camisa branca, calça jeans. Saímos e conversamos bastante.

Nossos encontros eram às escondidas, pois como eu era muito nova e ele era mais velho que eu, sabia que meus pais não iriam permitir. Entre esses encontros finalmente aconteceu o melhor: fui a casa dele para estudar matemática.

De repente senti uma mão percorrendo minhas pernas. Um calor invadiu meu corpo, ele me puxou até seu quarto, me jogou na cama e foi tirando minha roupa. Como eu ainda era virgem, surgiu um sentimento de medo misturado com tesão, mas ainda sim deixei rolar.

O clima foi esquentando com beijos, afagos, carícias. Suas mãos passeando por minhas e enfiando o dedo dentro de mim. Um fogo por dentro foi aumentando…

Ele tirou seu mastro para fora e comecei a masturba-lo. Encostei-me ao meu sexo e ficamos roçando um no outro. Aquele atrito foi crescendo, aumentando cada vez o calor e de repente parei e falei:

– Você sabe que eu ainda sou virgem.

Ele prontamente respondeu:

– Não farei nada que você não queira.

Mas exatamente naquele momento o que eu mais queria era me entregar de corpo e alma para ele. E assim eu fiz.

Ele foi encostando seu corpo no meu de uma maneira carinhosa. Foi me beijando, dizendo palavras picantes em meu ouvido e me penetrou bem devagar, olhando em meus olhos. Dava para perceber o desejo dele por mim.

E eu, louca de tesão, o puxei para cima. Fui arranhando suas costas, gemendo, tremendo. Ele me virou de costas e foi enfiando cada vez mais em mim. Senti que minha virgindade acabava ali naquele momento. Uma mistura de dor e prazer foi aconteceu e eu gostei! Ele suando e gemendo também acabou gozando.

Como marinheira de primeira viagem, tremia demais, mas gozei gostoso. Tomamos um banho juntos, pegamos os livros e fomos embora. Esse dia ficará marcado para sempre em minha vida.

Autoria: F. F.

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Masturbador