E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

– Na cama, você deixa muito a desejar! – Ele disse isso olhando nos olhos dela, sem nenhum remorso ou dor. Estava certo do que estava falando. Doeu muito ouvir do marido que as mulheres “andam muito criativas por ai” e que seu desempenho na cama “estava muito menos do que ele esperava”.  A forte discussão de relacionamento terminava ali naquelas poucas palavras. Ele virou as costas e saiu…

E o mundo dela veio abaixo. Estranho começar uma história pelo fim… Mas por ironia do destino, este foi o seu começo. Um novo começo, um verdadeiro renascimento. Mas começar por onde depois de ouvir tudo aquilo? A vontade era sair por aí e cometer uma loucura, só que ela não era mulher de se deixar dominar pelo calor das emoções negativas. Reconheceu seu histórico de desinteresse, de esposa que não fazia questão de sexo, que estava sempre desanimada antes de deitar, que não tinha vaidade, nem fazia surpresas.

Seu reflexo no espelho mostrava uma mulher sem graça, sem brilho, um tanto desajeitada.

“Eu estou assim? Como cheguei a este ponto?” – perguntou-se. Não se reconhecia mais. Algo precisava ser feito: não por ele, nem por ninguém, não pelo sexo, nem pelo casamento; apenas por ela mesma! Realmente precisava dar a volta por cima.

“Se é para mudar, então vamos radicalizar!” – Esse era seu novo lema.

Os meses seguintes mostraram ao marido todo o impacto daquelas palavras. Ela entrou numa academia, fez novos amigos, mudou visual e passou a ter um novo e saudável hábito: ler. Viciou-se em literatura erótica (induzida por uma amiga nada santa!). Já que as “outras” andam tão criativas, queria beber de todas as fontes possíveis de informações. Nunca mais ela escutaria de alguém que era “um desastre” na cama.

Estas pequenas mudanças começaram a chamar a atenção do marido. Que estaria acontecendo? Cadê aquela esposa caseira e totalmente dedicada ao lar? Todos notaram a mudança. Mesmo sendo uma mulher fora dos padrões, estava chamando a atenção pela sua postura e confiança.  Estava mais vaidosa, mais altiva, mais poderosa. E o marido cada vez mais ciumento! Será que o perigo estaria rondando sua casa?

Na cama, estava mais solta, mais disposta. Uma noite ele acorda com uma luz forte no rosto. Que está acontecendo? Fica surpreso ao ver sua mulher, em pé na cama, logo acima dele, linda numa lingerie vermelha extremamente ousada! De salto alto!

“Ela nunca fez isso. Onde aprendeu”? – pensou ele ainda desconfiado.

Sem dar tempo de concluir seu pensamento, ela abaixou-se, esfregou o sexo em seu rosto e falou autoritária:

– Agora eu quero ver você me mostrar do que é capaz!

Ainda em cima dele, segurou a roupa que vestia e, num só golpe, rasga ao meio. Desce mais um pouco e faz o mesmo com a cueca! Ele nem se mexe! Isso não pode estar acontecendo! “Será que estou sendo violentado?” – pergunta.

– Sim, você está! E não vai parar até eu me sentir realmente satisfeita!

Pega um gel do meio do seu corselete, espalha na mão e passa em seu membro em movimentos lentos e enlouquecedores. Ele vai e volta ao céu umas dez vezes! Isso é uma tortura! A sensação gelada do gel dá espaço para a sensação quente da mão dela, que desliza pra cima e para baixo, num ritmo constante. Sem avisar, senta em cima dele enquanto a mão continua seu “trabalho”.

Ela se toca e dá os dedos para ele chupar e sentir seu gosto de fêmea. Duas tapas na cara enquanto mexe os quadris em cima do seu sexo ereto e lambuzado. Permitiu-se gemer com vontade, sem esconder seu ardor. Sobe e desce sempre parar até que aquele ritmo alucinante dá lugar a um forte orgasmo. Gozam praticamente juntos.

O silêncio se fez naquele quarto.

– Você parece outra mulher! Por que mudou assim?

Antes de levantar da cama, maliciosa e levemente ameaçadora, ela falou:

– Por que no fundo você tinha razão, meu querido. Realmente eu deixava “muito a desejar”, mas nunca duvide do que uma mulher é capaz. Aguarde os próximos acontecimentos!

História real: Virou o casamento de cabeça pra baixo, o marido pelo avesso e deu a volta por cima. Só que as mudanças não pararam por aí… Ele nunca soube que o real motivo da mudança tinha lindos olhos verdes.

Autoria: Alessandra A.
Fonte: Conto baseado na história de Andreia M.

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.