Existe um lugar em minha cidade que o pessoal fica se “exibindo”, com carrões , mulheres, ostentação e … sexo. È tipo uma praça com lanches, bebidas, ambiente , lusco fusco na maioria dos lugares que se estaciona.

Os casais ficam dentro do carro se beijando , amassando, enfim namorando legal , mas sempre tem a turminha dos voyeur. São discretos, mas quem anda por ali , sabe quem é . Mas confesso que é gostoso dar uma olhada no amasso alheio . Dá um tesão!

Funciona assim, o casal chega de carro os “observadores” ficam na espreita. O casal , ás vezes fica dentro do carro, assim , os voyeur andam proximo ao carro (na cara dura). Que(muitas mesmo!!!) dá um showzinho  e ficam se tocando , até mesmo para o casal ver..

Assim como tem pessoas que gostam de fazer , tem pessoas que gostam de olhar.Muitos já são conhecidos em mostrar-se , mas os voyeur, ah… estes mudam sempre. Eu sou um desses, mas nunca deixei de frequentar este local, que para mim é excitante,prazeroso e instigante.

Tinha um cara com um carro esportivo que sempre vinha, há anos… ás vezes, mudava de mulher, mas ultimamente , era a mesma. Eles eram casados. Eu estava tomando minha cerveja sentado e vi quando eles começaram a se exibir.

Eu sentando no banco em frente ao carro deles , que estava estacionado. Ela saiu do carro e veio comprar uma cerveja no quiosque. De repente ela sentou do meu lado e o marido do lado dela, conversando…ela coloca a mão na minha perna e sorri.

O mastro já estava em riste.E ela percebeu, passou a mão de leve por cima da calça jeans deu uma apertada para sentir o “volume”e foi beijar o marido. Virou para mim e perguntou se eu tinha camisinha. Informei que sim.

Ela levantou pegou no membro de outro cara,pediu para ele colocar a camisinha, ficou de quatro e o cara socando nela com vontade . Ela gemia e olhava para o marido dela.Fiquei excitado vendo aquilo!

O homem gozou. Ela sorriu com cara de safada. Relaxou e sentou do meu lado.  Abriu as pernas e comecei a mexer no seu sexo molhado.

Masturbando meus dedos de leve em seu clitóris. Ela revirava os olhos a ponto de gozar na minha mão.Continuei massageando o clitóris dela…

Quando gozou na minha mão, estremeceu e demorou alguns segundos para voltar a si. Foi quando meteu a mão dentro da minha calça e começou a tocar levemente.

Ela tinha uma mão pequena e suave.

O marido dela , só olhava admirado. Orgulho , tesão , vontade.

Ele tirou a vara dura e envernizada e começou a massagear ela devagar e virar os olhos para ela… a medida que ia aumentando a força da pegada ela olhava para mim e sorria.

Então, quando o pênis  estava como uma estaca ela abocanhou com sua boca quente e molhada; chupava virando a cabeça de um lado para o outro, passava a língua pra cima e para baixo.Sugava mais forte.Puxava os seus cabelos… com vontade . Empurrando contra meus testículos, a fim de engasgar e babar.

Me excita esta visão.

Comecei a jorrar  meu leite na sua boca dela. Ela sugava e lambia sem parar, parecia se deliciar.

Quando acabou, olhou para mim e sorriu feliz. Estava satisfeita.Saiu em direção ao seu marido, entrou dentro do carro e continuou o seu passeio.

Eu, então me levantei e sai em direção ao meu carro para me limpar.Tenho certeza que vamos nos ver de novo.

Gostamos das mesmas coisas , mas cada um com seu ângulo.

Conto erótico enviado por um seguidor anônimo.

 

E então, gostou deste texto? Comente logo abaixo o que achou desta aventura.

Quer ver seu texto publicado aqui em nosso blog?

CLIQUE AQUI E ENVIE SUA HISTÓRIA!

Convidamos você para visitar nossa página no FACEBOOK 

e também nos acompanhar através do INSTAGRAM.

Diariamente muitas novidades para você! 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA primeira e deliciosa vez
Próximo artigoSexy professorinha
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.