E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Nós dois nos conhecemos através de um anúncio. Ele queria uma amante, companhia agradável, bom sexo e ambos terem bons momentos. Eu era casada e estava passando por uma crise.

Eu estou com 29 anos, não me considero linda, mas agradável. Sou morena, alta (1,71m) e 56 kg bem distribuídos e também tenho seios pequenos. Ele tem 46 anos, é gordinho, tem olhos claros e uma barba que adoro!

Iniciamos contato e conversamos por email por uns dias até marcarmos uma tarde. Nossas conversas já estavam evoluindo para um teor mais hot e também estávamos a mil, ansiosos pelo encontro.

Em viagem de trabalho disse que comprou uma lingerie pra mim. Esperava que tivesse acertado. Eu adorei a surpresa, afinal mesmo sem ele me conhecer e se preocupar com detalhes… Nossa, você se sente super especial.

Ele disse que foi super engraçado a moça perguntando meu tamanho e como eu era.Ele tinha visto apenas umas duas ou três fotos minhas, mas eu já tinha dado dicas do meu tamanho e confesso que a lingerie ficou perfeita.

No dia marcado ele chegou pontualmente às 13h onde marcamos. Um tanto ansiosos e com um frio na barriga seguimos para o motel escolhido. Chegamos entre beijos e carícias, mas pedi a ele pra tomarmos uma ducha e eu poder colocar o presente que ele me deu.

Enquanto eu colocava a lingerie linda preta, toda em rendas delicadas e um bojo acetinado maravilhoso, veio um detalhe lindo: um persex (acessório combinado com a lingerie para a coxa). Maravilhoso! Nunca havia usado algo assim. Eu me senti sexy e desejada….

Ele também adorou me ver assim. E iniciamos aos beijos! Suas mãos começaram a me explorar por dentro, me fazendo molhar inteira.  Ele tem um cuidado de me tocar tão delicado… Até que se atira em meu sexo num oral maravilhoso… Pense em um homem sensível que trata seu clitóris com delicadeza. Era ele!

Experimentamos a cadeira erótica do motel. Uma delicia tudo aquilo! Ela facilita os movimentos e a gente se entrega de vez. É um verdadeiro tesão. Gozamos muito nesta dia…

Após relaxarmos na hidro, almoçamos vorazes. O sexo dá uma fome deliciosa. O almoço com salmão ao molho de alcaparras e um molho picante que nos deixou prontos pra continuarmos naquela tarde deliciosa.

Deitados, ficamos descansando um pouco para iniciarmos novamente nossos desejos. Depois ele toma meu sexo em sua boca, me lambuza de gel lubrificante e massageia de todas as formas. Eu me perdi naquela língua quente que me fez gozar em sucessivos gozos. No final, me penetra e estoca até cairmos juntos exauridos em transe de prazer. Aí eu deixo a questão no ar: se você, mulher, tem preconceito com homens gordinhos… pode estar perdendo o melhor sexo da sua vida.

Fonte: Conto erótico enviado por Solarys

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.