Como eu estava precisando de acompanhamento de um personal trainer, comentei com alguns PM’s que estavam no restaurante da família, logo eles me indicaram um colega de farda deles.

Os dias passaram.Certo dia,uma viatura parou e entra dois policiais meus amigos meu. Porém ficou outro lá fora em pé. Sempre, por costume fiquei brincando com eles, até que aquele policial entrou.

Nisso, Alberto fala:”Esse é o personal Top que lhe falei”.Nos apresentamos e ficamos conversando um certo tempo sobre o seu trabalho, mostrando alguns resultados de seus alunos.

Logo ele me pediu meu número de telefone, e anotei o dele também. Ele avisaria quando aparecesse alguma vaga, pois a agenda dele já estava lotada. Nesse momento cheguei desanimar.

Na outra semana chega uma mensagem no meu watts.Todo educado e sério, pergunta se eu poderia fazer a avaliação no outro dia e que conversaríamos sobre os dias disponíveis para treino.

Logo aceitei e deixei marcado para as dezoito horas da quarta feira.Convidei uma amiga pra ir comigo, pois estava com vergonha de ir sozinha, naquela academia que era  uma das melhores da cidade.

No outro dia me arrumei: vesti um short saia e uma blusa branca, passei um perfume maravilhoso e fui com Andressa, amiga minha, até lá.

Quando cheguei lá, ele já veio ao meu encontro, e subimos para a sala… fiquei vermelha de vergonha. Ele estava lindo, com um short bem apertado preto, mostrando uma bunda maravilhosa,  pernas grossas.

Percebi um volume enorme na frente. Ele desconfiou que eu estava olhando demais e percebeu minha timidez também. Tentei ficar  tranquila ,conversando com Andressa, enquanto ele tirava minhas medidas.

Conversamos e deixamos marcado pra iniciar os treinos no outro dia ás quinze horas. Despedi e fomos embora.

Na quinta feira arrumei e fui pra academia. Ele estava todo serio comigo, com a cara fechada, e ao mesmo tempo muito educado.

Fizemos todos os treinos do dia, e então ele me chamou pra subir pra sala, pois lá faríamos o alongamento, e a massagem.

Quando aquele homem me tocou, eu não sabia nem o que fazer, foi um tesão enorme, eu deitada naquele colchãozinho no chão e ele me massageando. Eu sentia o calor do seu corpo, pois se aproximava muito do meu. Fiquei morrendo de vergonha, mas louca de desejos por aquele moreno.

Fiquei pensando, e falei comigo mesmo, pena que ele é casado.

No outro dia da mesma forma, já não estava conseguindo me conter… sentir aquele homem em cima de mim e não poder desfrutar, estava sendo uma crueldade comigo.

Na segunda feira, fui de legging, e na sala de massagem ele tirou meu tênis e começou aquela massagem, fui nas alturas de tanto tesão e ele veio subindo, fazendo a massagem nos meus ombros, e sentia que ele tocava nos meus seios. Me arrepiava toda, mas não falava nada.

Ele pediu pra virar de costas, quando virei ele começou a massagear a minha lombar, e desceu a minha legging até a coxa mais ou menos, empinei a bunda com vontade, uma coisa que tenho fartura.

Ele fazendo massagem, até que senti ele deitando sobre mim e beijou minha bunda. Nessa hora quase morri.

Veio subindo, tirou minha blusa e beijava minhas costas e pescoço. Sentindo aquele membro duro tocando na minha bunda… nesse momento empinei o máximo que podia.

Virei e começamos a nos beijar. O clima já estava quente e ele estava naquela sede, num tesão que ,nunca vi igual.

Ele começou a tocar o meu sexo, eu gemia, pedindo cada vez mais, até que ele começou um sexo oral maravilhoso, que quanto mais ele chupava mais eu gemia. Sugava de uma forma, parecendo que estava sem “assistência” a muito tempo.

Comecei a contorcer, até que não aguentei e gozei naquela boca gostosa.Ele me acariciava e eu comecei a beijar aquele membro duro, eu sentia que estava latejando e quente. Comecei a chupar que não parecia nada melhor que aquilo.

Ele começou a gemer baixinho, se levantou e disse que queria penetrar. Começou a me tocar, novamente, colocou um dedo no meu ânus, fui ao delírio naquele momento.

Ele pediu que fosse lá…eu acenei com a cabeça. Foi colocando as poucos, até que entrou tudo. Além de ser grande era grosso… não senti desconforto, sentia muito prazer. Os gemidos ecoavam naquele lugar. Movimentos de vai e vem foram ficando mais intensos, até que gozei novamente.

Ele continuava…cada vez eu pedia mais.Subi em cima daquele homem, e comecei a cavalgar. Ele gemia alto e batia na minha bunda. Falava que não existia uma pessoa tão gostosa e maravilhosa como eu.

Fazia daquele momento o melhor das nossas vidas.Beijava  e cavalgava com uma intensidade maravilhosa, até que ele gozou.Só ouvia gemidos de prazer.

Ficamos ali por um momento, nos vestimos e saímos como se nada tivesse acontecido.

Tantos outros encontros que tivemos, e temos até hoje… cada loucura, mas contarei no próximo.

Fonte:Conto erótico enviado por uma seguidora anônima.

Gostou desta história? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.
COMPARTILHAR
Artigo anteriorCada transa é uma aventura
Próximo artigoBanheiro do restaurante
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.