Diferente do que se poderia imaginar, eles continuam dia após dia escrevendo cada capítulo daquela história, depois daquela Noite Surreal, recheada de tesão e prazer. E cada dia era único e especial, aquele convívio fazia com que eles se descobrissem mais, se conhecessem mais.

Ela sentia que já o conhecia há tempos. Aquele homem tão presente em seu cotidiano adentrara a sua vida de forma doce, sutil, sensual, dominante e extremamente excitante. Ele era a expressão de seu desejo materializado, ela só queria ele, todas as suas fantasias eram com ele, era pra ele quem ela se entregava, era por ele que ela perdia os sentidos…seu DONO, seu MOÇO, seu ANJO!

E ele sabia o quanto perdia a linha quando ele a atiçava. Provocava sempre. E soava tão sensual quando ele dizia: Garota, Garota! Isso a fazia estremecer e ela sem qualquer pudor relatava cada uma de suas sensações, mesmo sabendo que por muitas vezes seu DONO preferia não acreditar que aquilo fosse real, fosse possível…

Exatamente nesse sábado, ela desnudou ainda mais a sua alma para aquele homem, revelando a sua essência… Por vezes ele a chamava de louca, sempre de forma sutil e engraçada, e ela do outro lado caia na gargalhada e tentava explicar o que realmente seria loucura. Tudo o que ela faz é permitir sentir todo aquele desejo que aflorava sempre que seu DONO a queria.

Naquela tarde de sábado, não poderia ser diferente. Ligou o computador e o chamou para uma “conversa”. Deixou sua suposta “loucura” falar mais alto e entregou-se ao desejo e tesão, que a estava sufocando. Em alguns breves minutos o gozo explodiu dentro dela, encharcando seu sexo e fazendo com que entrasse em êxtase.

Assim como já fizera outrora, relatou para seu DONO cada movimento que a levava a ter aquela sensação inebriante e ele fica eufórico ao ler o quão aquela Garota Submissa havia se entregue a ele.Somente a ele, sem que fosse preciso tocá-la.

E a Garota com a sexualidade aflorada além do seu normal, lê aquilo tudo que já escreveu e excita-se mais uma vez. Tudo que ela mais queria era satisfazer seu DONO, seu MOÇO, seu ANJO! Aquele dominador a conhecia melhor do que aqueles que com ela conviviam.

Ele a provocava enviando áudios embaixo do chuveiro deixando a em chamas. Sem noção e sem juízo ela deixa-se contagiar e mais uma vez entrega-se aquela loucura gostosa. Morde a toalha para abafar seu grito de prazer e o nome daquele homem que a fazia pegar fogo.

Logo que se recompõem, eles se despedem. Naquele momento seu DONO precisava descansar, mas ele não imaginava que aquela Garota ficaria ali, sentada na poltrona, dentro do seu quarto, cuidando para que seu sono não fosse interrompido.

Enquanto ela admirava aquele homem lindo, apenas de cueca adormecer naquela cama que por vezes ela sonhou deitar para amá-lo… Rabiscava num pedaço de papel o que teria sido aquela tarde inesquecível.

Entre uma linha e outra ela se desconcentrava com aquele cheiro maravilhoso que exalava dele. Então suspirava e quase como se fosse um pedido ela sussurrava: “Que eu continue a ser o seu pecado, pois apenas assim eu poderei continuar viciada em você, que fez aflorar o que há de melhor em mim!”.

Fonte: conto erótico enviado por S. S.

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.
COMPARTILHAR
Artigo anteriorDia de Mudança – Conto Erótico
Próximo artigoProvocação Pura – Conto Erótico
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.