E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Meu nome é Jéssica (fictício), tenho 22 anos, sou morena clara, cabelos pretos e olhos verdes. Sou seguidora do blog há um bom tempo, porém nunca tinha escrito por falta de uma experiência assim tão maravilhosa!

Paulo (fictício) tem 35 anos moreno claro, alto, musculoso. Desses de chamar atenção de qualquer mulher que passe por ele. Conheci por telefone, ele sempre foi tímido e por ser mais velho, não me dava abertura.

Paulo não gostava de redes sociais, tornando mais complicado nosso contato. Depois de várias conversas por telefone Paulo me deu seu e-mail particular, trocamos algumas fotos, podendo assim nos conhecer um pouco mais.

Meu aniversário estava próximo e como presente pediu para nos encontramos pessoalmente. Ele aceitou, marcamos um encontro. Eu me preparei, pois não saberia até onde iria nossa intimidade, pois eu já estava louca para saborear aquele homem inteiro.

Nunca havia feito sexo no primeiro encontro, fiquei apreensiva, mas louca de desejo! Ele mora no litoral, marcamos lá, peguei o ônibus e desci na rodoviária. Paulo estava a minha espera, me tratou com o maior carinho, roubei um beijo dele e fomos para a praia.

Chegando lá estava bem quente, não mais que eu, é claro. Fomos pra água, a praia maravilhosa e o dia estava perfeito. Sol rachando, água limpa e transparente. No mar com o balanço das ondas nossos corpos se encaixaram, com muitos beijos e carinhos. Ficamos loucos de tesão, já não conseguíamos mais nos controlar.

Saímos de lá em direção ao motel. Estava de vestido e para não molhar o carro tirei a parte de baixo, deixando ele louco de prazer. Começamos as carícias e o sexo dentro do carro, na praça da cidade em plena luz do dia.

Levantou meu vestido e me puxou para o seu colo, me penetrando devagar, despertando meus instintos. A Praça estava movimentada, então ele sentiu o sabor do perigo e me levou para o destino.

Chegando no motel ele pegou pelo cabelo, me levando direto para o banho dizendo que eu não era mais a Jéssica. Eu era sua cadela, a sua escrava sexual.

Começou em um sexo oral inesquecível! Quando cheguei ao clímax ele me pegou novamente pelo cabelo e me penetrou por trás, iniciando o anal com calma. Isso me deixou louca de tanto prazer, incentivei a continuar, aumentando a força e intensidade das estocadas até atingir ao orgasmo.

Eu estava em êxtase, desejando aquele homem mais e mais! Fomos para o banho, terminei primeiro. Coloquei uma lingerie preta de renda, salto alto, batom vermelho e soltei os cabelos. Quando saiu do banho e me viu, ficou louco de prazer!

Pegou uma amarra e veio em minha direção. Disse “posso”? Fiz sim com a cabeça, me jogou na cama e me amarrou. Mandou que eu ficasse quietinha, pois ele não queria um gemido. Estava excitada demais, me arrepiava a cada toque, e beijos que Paulo me dava.

Ordenou que eu ficasse de quatro, e a cada gemido que escapava, ele me dava tapas em minha bunda como punição. Ele me comeu com voracidade! Estava tão excitada que quando percebi que ele ia gozar, me virei, abri a boca, ele entendeu o recado. Não deixei escapar nenhuma gota de seu delicioso mel, chupando com vontade!

Não demorou em sentir seu sexo viril pronto para continuar. Gozamos juntos várias vezes. Tivemos outros encontros. Fizemos amor na praia, mas acabamos nos afastando por conta das responsabilidades.

Conto erótico enviado por autora anônima 

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.