E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Tinha um colega do ensino médio que meus pais sempre davam carona.Seus pais eram amigos dos meus. Éramos conhecidos , porém não muito amigos.

Um dia ele precisou dormir na minha casa, pois seus pais iriam viajar e ele tinha prova na sua escola.Estabeleceu-se que ele faria suas provas e iria de ônibus até o local que seus pais estavam.

Sempre quando parávamos o carro, reparava nele, pois, desconfiava que dentro de sua cueca havia algo maravilhoso. No mais simples de meus devaneios.

Quando ele entrava no carro, sempre reparava no imenso volume em sua calça, mas nunca disse nada.

No dia que ele iria dormir na minha casa , ele também pegou carona para ir á escola. Quando entrou no carro notei que ele estava excitado.Sentou do meu lado no carro , mas não disfarçou sua excitação. Fiquei pensando o trajeto inteiro no que eu tinha visto e percebi que várias vezes seu braço roçava  no meu.

Á tarde,ele tinha jogo de futebol depois iria para minha casa.Ele voltou e foi tomar banho.Quando ele saiu do banheiro , a toalha estava enrolada na cintura… o pensamento de saber que ele estava nu debaixo daquela toalha , fez eu ferver por dentro… principalmente no meio das minhas pernas.

Entrou dentro do quarto de hóspedes, percebi que ele não travou a porta.

Então, á noite, ele estava cansado do futebol e foi dormir.Nando caiu no sono…Esperei uma hora acordada… na verdade não conseguia dormir.Então resolvi ir até seu quarto, caminhando bem de leve , para meus pais não ouvirem nenhum dos meus movimentos.

Entrei no quarto enquanto ele dormia…coloquei a mão debaixo das cobertas.O que tocou nos meus dedos me excitou. Ele dormia sem cueca.

Tudo facilitou… Comecei a pegar naquele mastro gostoso, com vontade. Dei uma boa chupada.Coloquei tudo na boca. E ele ainda fingia dormir. Continuei chupando e quando percebo ele estava me olhando , com um sorrisinho no rosto , apenas pediu para continuar. Dali a pouco recebo seu gozo no meu rosto.

Ele me puxou pra cima dele e começou a me beijar loucamente, de repente sinto , novamente ,que estava duro. Ele ficou, rapidamente, por baixo de mim e não precisou falar nada, ele segurou a vara e sentei em cima. Aos poucos ia entrando todo.

Galopei, em cima daquele mastro. Sentei com vontade, onde, novamente, gozou.

Já estava cansada após o gozo, acabei dormindo abraçadinha nele. Nós dois estávamos pelados… dormimos tranquilamente.

Na forma de um, certo ,alívio , acabei por acordar lá pelas cinco da manhã.Fui para o meu quarto devagar , para ninguém ouvir meus passos, e deitei.

Pela manhã um banho longo para tirar o cheiro de sexo e me arrumar para ir na escola.Ele foi ao meu lado no carro, novamente e… estava excitado.

Fonte: Conto erótico enviado por uma seguidora anônima.

Gostou desta história? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.

Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.

Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

 

 

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA sós
Próximo artigoChamegos e desapegos
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.