E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Tesão ao extremo! Foi isso que senti com meu namorado naquele final de semana… Eu estava com ele na minha casa. O tempo estava propício para o sexo: nublado, um tanto frio, tudo quieto. Tínhamos planejado o fim de semana perfeito!

Compramos petiscos, cervejas e uns produtinhos eróticos para deixar tudo mais quente! Não tínhamos pressa, somente a vontade de nos curtir cada vez mais.

Começamos a jogar um jogo no celular para quebrar o gelo. Quem perdesse o jogo iria tirar uma peça de roupa. Bem, eu não via a hora de ser a grande “perdedora”…

Ele ganhou a primeira partida. Tive que tirar minha blusa. Logo em seguida ganhei duas vezes seguidas e ele tirou a gravata e a camisa para minha alegria. Só que dali em diante, ele ganhou todo o jogo e não tive a menor chance. Fiquei peladinha na frente dele.

Difícil era manter a concentração neste jogo. Nós dois já estávamos muito excitados. Ele estava de calça, mas sem cueca e isso me deixou com mais tesão. Já estávamos bebendo bastante. A bebida logo começou a fazer efeito. Coloquei um dos produtos eróticos que comprei e coloquei em nossas cervejas. Ele tinha efeito comestível e dava pra misturar na bebida. Nós estávamos enlouquecendo de tanto prazer.

Enquanto nos beijávamos, ele passava a mão pelo meu corpo. Eu fazia o mesmo e alisava seu membro por cima da calça. Abri o zíper e coloquei-o para fora. Passei lubrificante à vontade e o tesão aumentou muito mais.

Iniciei uma massagem que tenho certeza de que nunca vai esquecer. Depois sentei em cima dele e rebolei muito, até ele ficar alucinado.

E para melhorar ainda mais nossa experiência, misturamos os três lubrificantes que havia comprado. Um era pra dar leves choquinhos, outro gelava e o terceiro esquentava. Esta mistura foi simplesmente maravilhosa! Nunca vi coisa igual!

A excitação era tão grande que precisava de concentração para não gozar logo em seguida! Cavalgava ele com muita vontade e energia! Estava louca de tesão e ele correspondia à altura! Subia e descia naquele pau, deslizando rapidamente por conta de toda aquela quantidade de lubrificante.

Então ele me colocou de quatro na cama… Já sabia o que viria a seguir. Ele começou a meter lentamente no meu cuzinho. Doeu um pouco, mas não aquentei tudo. Pelo menos naquela posição não consegui…

Para facilitar, ele me colocou sentada de ladinho, esperou eu relaxar um pouco até que seu pau entrou completamente em mim. Senti uma onda de calor percorrer meu corpo. Abri minhas nádegas com as mãos e pedi para ele ir fundo.

Ele meteu até eu não aquentar mais. Enfiou tudo, com força, cheio de vontade! Eu queria cada vez mais… Não sei quanto tempo ficamos naquele anal gostoso. Acho que perdi a noção do tempo.

Quando ele foi gozar despejou tudo na minha boca. Engoli tudo! Logo fomos pro banheiro e continuamos nossa transa lá mesmo. Ele gozou novamente debaixo d’água, mas dessa vez não foi em mim.

Com toda a certeza, esta foi a melhor transa que eu já tive.

Conto erótico enviado por Deusa, seguidora anônima.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEssa noite sou só tua
Próximo artigoConto Erótico: O fogo da Novinha
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.