Chimas, saudades e sexo. Esse é mais um conto real que aconteceu nos dias atuais. Por volta do começo do ano uma mulher começou a fazer parte da minha vida…

Sabe quando você vai a um café com os amigos tomar umas geladas? Estava calor. Naquele dia eu não conversava tanto como hoje converso com as pessoas, principalmente mulheres. Esse dia foi pra comemorar o aniversário de um amigo.

Bem ao meu lado tinha uma garota com seus 40 anos, sentada a mesa e tentou puxar papo comigo. Mas eu era simples, pratico e objetivo sem muito de conversa. Quase no final do expediente do café acabei encostando nela de leve, dando uma cheirada no cangote só pra sentir o seu cheiro de fêmea no cio. Ela notou a minha ação e ai começamos a conversar.

Ja na despedida, peguei o numero do seu telefone. A esta altura sabia que o crime estava para ser feito. No dia seguinte mandei uma mensagem e começamos a conversar e se conhecer melhor. Começamos a sair juntos e até que um dia resolvemos partir para o sexo. Eu estava com os meus fetiches na cabeça e os hormônios à flor da pele.

A partir daí o “crime” virou rotina semanal. Onde podíamos fazer era feito. Como eu gosto de acampar, sempre faziamos dentro da barraca. Os dias foram passando e cada vez mais fomos nos atualizando em algumas posições e figurinos.

Até que um dia eu falei pra ela que um dos fetiches era ver ela usando uma calça de couro preta. Esta foi a minha realização. E era toda semana batendo o ponto! Até que convenci ela a fazer uma nova prática nunca feita antes por ambos: o tal do sexo anal.

Resolvemos investir nessa modalidade… Ela adorou e aderiu. Sempre dava aquela pegada gostosa, umas arranhadas na minha pele… Delicia! E quando sentia ela gozando o prédio inteiro escutava seus gemidos… Os tapas na bunda era uma festa só.

Mas tudo que é bom dura pouco. Nosso relacionamento proibido estava chegando ao fim por motivos inúteis. Cada um foi para um lado e seguiu seu destino.

Não sei por qual motivo, mas os,dois guardaram os contatos na agenda do celular. Agora com este tal de WhatsApp, uma amiga nossa muito conhecida resolveu pedir pra trocar a foto do perfil. Eu prontamente atendi ao seu pedido. Como deixei a barba crescer, estava um tanto diferente.

Foi aí que recebi uma mensagem no Whats:

– Oi lindo! Como você está um gato de barba! – ela falou.

Pensei pra mim: “Xiii… Deve ter batido a cabeça, só pode!” Bendita foto! Aí respondi como bom e velho amigo, como não queria nada de relacionamento e conversamos um pouco. Só que a saudade bateu forte…

Recebi um convite pra tomar um chimas (chimarrão para nós, gaúchos) no seu apartamento. Já sabia o que podia acontecer qualquer coisa, então ja me preveni. Levei uns preservativos no bolso e fui la ao seu encontro.

Começamos a conversar e um chima aqui, papo ali… Nos encostamos… E foi o ponto de ignição! Aproveitei pra abraçá-la e dar aqueles beijos de tirar o folego. Segui uns conselhos da minha amiga conhecida, de dar aquela pegada de fazer subir as paredes literalmente. E não deixei a desejar…. Peguei com força e vontade!

Ela se contorceu toda e já agarrei-a pelos cabelos, dando aquela puxada gostosa. Levantei ela pela cintura e coloquei no meu colo. Tirei ela do sofá da sala e a levei pra cama.

Tirei a roupa dela e me despi também. Tinha cheiro de sexo e saudade no ar… Coloquei a camisinha e sem preliminares já fui enfiando gostoso naquela fenda toda molhada. Nossos beijos eram de puro prazer e sedução. Gozamos feito loucos, alucinados de tanto tesão!

Que tarde gostosa aquela onde fizemos uma rapidinha pra lembrar os bons e velhos tempos de puro sexo. Quem sabe este momento não se repete mais vezes?

Fonte: conto erótico enviado por seguidor anônimo

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.