E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Normalmente nos finais de semana minha mulher e eu costumamos sempre a ir a outras cidades para curtir barzinhos com uma boa banda de rock. Muitas vezes vamos para Balneário Camboriú, onde temos um apartamento.

Já temos nosso roteiro de Bar, PUB e de barzinho de saideira. Certo dia, quando chegamos ao nosso bar da saideira, já era umas 4:00 da madruga. Encontramos um amigo nosso, um cara mais novo que a gente, mas que temos uma boa amizade. Ele estava muito bêbado e dizendo que não ficaria em Balneário Camburiú, pois não tinha onde ficar e que voltaria dirigindo pra casa. Imediatamente demos uma bronca nele, dissemos que ele dormiria no apê e no dia seguinte voltaria.

Naquela altura estávamos menos bêbados que ele. Tomamos mais umas ali e fomos pra casa. Claro que chegando ao ape ainda fomos tomar mais uma saideira, mas na segunda ele disse que não aguentava mais e foi pro sofá.

Nós ficamos ali mesmo bebendo e rindo. De repente nos agarramos e começamos a nos beijar e agarrar forte. Quando parávamos de nos beijar ela me olhava com uma carinha que não consigo explicar, mas entre alguns beijos ela começou a olhar pro sofá onde estava nosso amigo deitado.

Ela me olhava fixamente, não falava nada. Numa das vezes que fez isso, eu a soltei e fiquei olhando… Então ela foi andando em direção ao sofá e sentou no lado dele, me olhou e começou a passar a mão por cima da calça. Fiquei observando pra ver no que iria dar. Era um jogo nosso…

Ela abriu o zíper e passou a mão por dentro, vi que pegava o sexo dele e nesse instante ele acordou. Olhou para nós dois e fez de conta que voltou a dormir. Cheguei perto dela, peguei no seu rosto e dei um beijo. Voltei a minha posição de vouyer.

Logo o membro dele ficou duro. Ela começou a chupar e bater uma pra ele, depois de um tempo abaixou suas calcas completamente e continuou o que estava fazendo. Então já acordado, ele sentou no sofá, segurou os cabelos dela fazendo força para baixo e pra cima. Intercalava com beijos…

De repente vi sua mão no meio das pernas dela, pois  minha esposa já estava facilitando e foi ajudando a tirar a saia. Fui ate no quarto peguei uma camisinha e entreguei pra eles. Ela colocou e sentou em cima dele.

Fiquei ali vendo a cena por alguns minutos quando resolvi entrar em cena. Cheguei bem pertinho dela, chupei seu pescoço, apalpei os seus peito, perguntei se estava tudo bem e ouvi apenas um “uhum”…  nos beijamos. Ela se virou e veio pra cima de mim. Tirou minha roupa e transamos ali mesmo.

Nosso amigo ficou olhando por um tempo bem perto de nos. Depois de um tempo, se vestiu e foi embora quietinho enquanto ficamos ali loucos de tesão. Gozamos juntos e acabamos adormecendo… Acordamos mais tarde de ressaca. Relembrando os momentos, transamos novamente enlouquecidos…

Fonte: Conto erótico enviado por Barbarella Duran

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.