Meu casamento estava indo mal,quando um amigo começou a ajudar com seus serviços de motorista.

Ele… um coroa aposentado da Polícia e eu empresária bem sucedida.

Entre uma viagem de negócios e outra, começou rolar uma paquera gostosa que, a cada dia, ficava mais forte.

Não resistimos e fomos para um motel.

Fiquei muito nervosa, pois era a primeira vez que saía com outro homem.Eduardo logo percebeu meu desconforto e me deixou a vontade.

Tomamos uma taça de vinho e eu pedi para ir até o banheiro, lembrei que tinha comprado algumas lingerie e estavam em minha bolsa. Resolvi vestir uma vermelha.

Então, abri a porta, onde  Eduardo estava apenas de cueca. Seus olhos brilharam quando me viu.Ele se aproximou, começou a beijar minha boca, meu pescoço e me deitou na cama.Começou tirar minha lingerie lentamente, ouvi ele falar” você é mais linda do que eu imaginava”.

Começou sugar meus seios e ia descendo até meu clitóris,lambendo e chupando.Eu comecei sussurrar de prazer,  até que ele colocou  seu pênis, duro como ferro, dentro de mim. Maravilhada, tive orgasmos múltiplos.

Passamos a tarde nos amando, com muito tesão e loucuras deliciosas.

Hoje ele mora em outra cidade, mas fazemos sexo pela internet… uma vez por mês ele vem me ver. É aquela loucura!

Vou encontrá-lo sem calcinha e fazemos sexo no carro.

E assim somos felizes… vivendo momentos picantes com muito tesão.

Fonte:Conto erótico enviado pela seguidora Núbia.

E então, gostou deste texto? Comente logo abaixo o que achou desta aventura.

Quer ver seu texto publicado aqui em nosso blog?

CLIQUE AQUI E ENVIE SUA HISTÓRIA!

Convidamos você para visitar nossa página no FACEBOOK 

e também nos acompanhar através do INSTAGRAM.

Diariamente muitas novidades para você! 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorHoje tem homem em casa
Próximo artigoSedução fatal
Contos Fetiche é um site de Contos Eróticos que reúne histórias reais de pessoas com mente aberta e que curtem compartilhar suas experiências de maneira despretensiosa. Todos os textos aqui publicados são contos enviados por nossos seguidores ou então adaptados por um de nossos editores.